1360 desenvolvimento infantil cpf

Foto: Débora Toledo de Araújo

Toda a missão e as ações da Pastoral da Criança têm um mesmo objetivo: garantir o desenvolvimento pleno das crianças. É por meio do amor, do cuidado e das oportunidades que os pais ou os cuidadores propiciam que a criança começa a se sentir confortável para explorar o mundo ao seu redor e aprender novas habilidades.

Toda a missão e as ações da Pastoral da Criança têm um mesmo objetivo: garantir o desenvolvimento pleno das crianças. É por meio do amor, do cuidado e das oportunidades que os pais ou os cuidadores propiciam que a criança começa a se sentir confortável para explorar o mundo ao seu redor e aprender novas habilidades.

Os líderes da Pastoral da Criança acompanham, junto as famílias, o desenvolvimento das criança e orientam os pais a criar vínculos, estimular os pequenos e organizar o ambiente de acordo com a idade da criança, para que elas tenham a possibilidade de se desenvolver integralmente.

Dra. Zilda

"Gostaria de lhe dizer que as crianças que mamaram no peito e receberam muito amor, sentem mais facilidade em se dar bem com as pessoas para o resto da vida”.

Papa Francisco

“Queridas mães, obrigado, obrigado por aquilo que vocês são na família e por aquilo que dão à Igreja e ao mundo. E a ti, amada Igreja, obrigado por ser mãe. E a ti, Maria, mãe de Deus, obrigado por fazer-nos ver Jesus”.

“A família deve possibilitar todas as oportunidades que se tornarão conquistas no dia a dia da criança. Para isso, é importante sempre estimular a criança a brincar e descobrir novas coisas.” afirma Irmã Raimunda Estevam Nunes, coordenadora da Pastoral da Criança na Diocese de Guarabira (PA). “É no cotidiano que as habilidades podem ser exploradas. Seja por meio de uma conversa, música, massagem, demonstrações de carinho e muitas brincadeiras. Além de estimular, esse contato reforça o vínculo afetivo criando uma criança feliz”, complementa a coordenadora.

“Uma forma de acompanharmos o desenvolvimento infantil enquanto fazemos as visitas as famílias, é por meio dos Indicadores de Oportunidades e Conquistas (IOCs). Assim vamos avaliando a situação da criança a cada visita e vendo de perto como ela se desenvolve”, conclui a Irmã Raimunda.