Tema: Desenvolvimento Infantil 

a-importancia-dos-ioc-entrevista

Foto: Tubarones Photography

Estudos cada vez mais recentes têm nos mostrado que “nos primeiros anos de vida do bebê, o cérebro faz mais conexões do que em qualquer outro período da vida. São de 700 a 1.000 conexões por segundo e aos três anos de idade, o cérebro de uma criança é duas vezes mais ativo do que o de um adulto”. Esse fato mostra o quanto é importante dar atenção aos IOCs (Indicadores de oportunidades e Conquistas) e orientar as famílias sobre os cuidados e atenção nos primeiros 1.000 dias de vida que impactam profundamente na maneira de viver e permanecem por toda a vida adulta. A criança aprende através da interação com os pais e com o mundo que a cerca. Isso se dá por meio das brincadeiras e interações afetivas vivenciadas desde o ventre materno. Para que a criança aprenda e se desenvolva é necessário oferecer oportunidades de brincar com jogos de imitação, faz de conta, casinhas, bonecas, teatros, contação de histórias,atividades motoras como pular, correr, andar, saltar ou realizar tarefas como segurar um giz, lápis, pintar, rasgar e ainda explorar o ambiente familiar com todo o seu interesse. Dessa maneira, a construção dos circuitos cerebrais é altamente influenciada pelas experiências vivenciadas no início da vida, pois a aquisição de competências mais complexas, depende das experiências mais fundamentais que surgem nos primeiros anos de vida. Saiba mais sobre o assunto na entrevista com Priscila do Rocio Costa, Pedagoga da área técnica de desenvolvimento infantil da Coordenação Nacional da Pastoral da Criança.

O que são os Indicadores de Oportunidades e Conquistas, também chamados de IOCs?

Os Indicadores de Oportunidades e Conquistas servem para valorizar e estimular as atitudes, na família e na comunidade, que promovem o desenvolvimento integral da criança. Os indicadores foram criados para estimular e acompanhar como a criança está se desenvolvendo. Eles são uma forma de começar a manter um diálogo com a família sobre o desenvolvimento infantil durante as visitas domiciliares. 

Viva a VidaPrograma de rádio Viva a Vida
1539 - A importância dos IOCs no desenvolvimento cerebral - 22/03/2021


Esta entrevista é parte do Programa de Rádio Viva a Vida da Pastoral da Criança.
Ouça o programa de 15 minutos na íntegra

            

A partir de que idade a criança pode receber estímulos?

Desde a gestação. Estimular o bebê durante a gestação com músicas, conversas, o toque suave na barriga e leituras pode promover o seu desenvolvimento cognitivo. Mesmo dentro do útero, o bebê já percebe o que acontece à sua volta. Já começa a ouvir os batimentos cardíacos da mãe, sentir o líquido amniótico pelo tato, começa a ouvir sons e as vozes, em especial a materna. Percebe a luz do sol e começa a responder aos estímulos com movimentos. Essa interação também fortalece o laço afetivo entre ele e a mãe e ajuda a prevenir o risco de depressão pós-parto.

Um dos IOCs reforça a importância do olhar da mãe para o bebê durante a amamentação. Como este gesto se torna benéfico para o desenvolvimento do bebê?

Esse gesto oferece estímulos tanto emocionais quanto cognitivos. O olhar da mãe para o bebê, em especial durante a amamentação, estabelece uma linda conexão emocional entre eles. Este é um dos primeiros marcos alcançados pelo bebê, pois no olhar ele já mostra que reconhece o rosto materno. Com o passar do tempo, os laços afetivos vão ficando cada vez mais fortalecidos. O bebê começará a demonstrar que está se sentindo seguro, amado e feliz através das interações com sorriso e gestos e vai acompanhar com o olhar a mãe, o pai e seus familiares. Estas são riquíssimas habilidades que, quando estimuladas, irão favorecer o desenvolvimento do bebê.

veroni medeiros

Priscila do Rocio Costa

Os cuidados com o bebê, desde o ventre materno, interferem diretamente no período de maior plasticidade cerebral. O que seria essa plasticidade?

Plasticidade cerebral é a capacidade que o cérebro tem de mudar de acordo com os estímulos e as necessidades do organismo. O desenvolvimento infantil é um período da maior construção e aquisição de novas habilidades que são originadas da plasticidade cerebral e são maiores nos primeiros anos de vida. Quando a criança é negligenciada, passa por privações de saúde e nutrição, do brincar, sofre longos períodos de estresse e violência física e psicológica; pode sofrer impactos nas habilidades cognitivas, emocionais e motoras. Por isso, cuidar e estimular positivamente a criança desde a sua gestação é tão importante.

Como a Pastoral da Criança trabalha com os Indicadores de Oportunidades e Conquistas?

Toda a missão e as ações da Pastoral da Criança têm o objetivo de garantir o desenvolvimento integral das crianças. Os líderes, depois de serem capacitados, acompanham, junto às famílias, o desenvolvimento das crianças e orientam as famílias sobre os cuidados de saúde, nutrição, cidadania e desenvolvimento infantil. É nas visitas domiciliares que surgem os IOCs, de acordo com a idade da criança. É quando o líder observa e acompanha se a criança está recebendo os estímulos e oportunidades favoráveis ao seu desenvolvimento. Se conquistou o indicador ou se encontra em situação desfavorável ao seu desenvolvimento. Ou seja, é preciso orientar a família em relação a isso até que a criança alcance o IOC ou busque ajuda em caso de suspeita que a criança apresente dificuldade de funcionamento do organismo, por exemplo.

Leia a entrevista na íntegra: 1539 - A importância dos IOCs no desenvolvimento cerebral (.PDF) 

 

E SDG Icons NoText 033º Objetivo de Desenvolvimento Sustentável

“Assegurar uma vida saudável e promover o bem-estar para todos, em todas as idades”

Para que a criança tenha uma boa infância e encontre oportunidades de se desenvolver integralmente, os líderes da Pastoral da Criança realizam visitas domiciliares mensais, em que levam informações e orientações para as famílias sobre saúde, educação, nutrição e cidadania. Os voluntários também organizam encontros de todos os membros da comunidade, a chamada Celebração da Vida. Ações que tem como objetivo garantir a saúde e o bem estar de todos, como proposto pelo ONU, no 3º Objetivo do Desenvolvimento Sustentável (ODS).

Dra. Zilda

“Os primeiros anos de vida são os principais para que a criança adquira valores culturais e se transforme em semente de paz”

Papa Francisco

"As crianças devem poder brincar, estudar e crescer em um ambiente sereno."

1519