cpf voluntariado1Célia, Milton e Dom Francisco. Eles não convivem diariamente, não têm a mesma idade, nem moram no mesmo estado. Mas têm algo em comum: a certeza de que os voluntários da Pastoral da Criança desempenham um papel muito importante, que faz a diferença na vida de milhares de famílias.

Neste 5 de dezembro, para celebrar o Dia Internacional do Voluntário – escolhido também como o Dia da Pastoral da Criança –, assista aos depoimentos destas três pessoas que, cada um a seu modo, colaboram para fortalecer essa imensa rede de solidariedade que está em todos os estados brasileiros e mais 17 países.

Dom Francisco de Assis Dantas de Lucena, bispo da Diocese de Guarabira – Pernambuco, fala sobre o amor que sustenta os trabalhos da Pastoral da Criança.

“A receita é o amor”

Célia das Graças Silva Ferreira, líder da Pastoral da Criança em São Gonçalo - Rio de Janeiro, conta como se sentiu chamada para a missão.

“Eu me vi dentro daquela missão”

O coordenador da Pastoral da Criança no estado do Rio Grande do Norte, Milton Dantas, fala da importância do líder para a existência e continuidade da instituição.

“Se não for o líder, não existe o caminho”

Saiba mais:

Dia da Pastoral da Criança: uma data para celebrar o nosso voluntariado em missão

Voluntariado, a força que transforma

Dra. Zilda

“Você sabe que é a pessoa mais importante em tudo isso. De minha parte, quero lhe falar: já estou satisfeita e agradeço a Deus por tudo, principalmente por você existir e ser o que você é”.

Papa Francisco

“A fecundidade da fé expressa-se na solidariedade concreta para com os nossos irmãos e irmãs, independentemente da sua cultura ou condição social”.

1523-dia-do-voluntariado-e-da-pastoral-da-crianca