direitos da gestante

Foto: Acervo da Pastoral da Criança

O mundo tem muitas desigualdades e, infelizmente, é comum ver pessoas em situações precárias sem ter o mínimo necessário para que a vida seja plena. Existem algumas organizações que combatem essa pobreza, como a Pastoral da Criança, mas é necessário que cada um olhe para o seu irmão e estenda a mão, pois só assim conseguiremos alcançar um mundo mais justo e sem pobreza. Para conversar sobre isso, convidamos Dom Anuar Battisti, Arcebispo de Maringá e Presidente do Conselho Diretor da Pastoral da Criança.

Quais são os objetivos que a Igreja quer alcançar com a celebração do Dia Mundial dos Pobres?

Despertar a consciência nos mais ricos da necessidade de sensibilização para essa realidade, que está clamando, mas muitos fazem de conta que não sabem.

Viva a VidaPrograma de rádio Viva a Vida
1469 - 18/11/2019 - Dia Mundial dos Pobres

Esta entrevista é parte do Programa de Rádio Viva a Vida da Pastoral da Criança.
Ouça o programa de 15 minutos na íntegra

Como celebrar de modo concreto nas diferentes realidades que a Pastoral da Criança atua?

É um dia de celebrar através de ações sociais junto à Pastoral do Povo de Rua, Pastoral da Criança, Pastoral do Idoso, Pastoral dos Excluídos. Todos unidos fazendo uma grande celebração e união, fornecendo alimento, abrigo, celebrando publicamente e levando para a rua uma grande concentração dos nossos irmãos excluídos, pobres e marginalizados na sociedade.

 

regina-reinaldin-enfermeira-da-pastoral-da-crianca

 Dom Anuar Battisti

Como os líderes da Pastoral da Criança devem celebrar em suas comunidades o Dia Mundial dos Pobres?

Reunir mais uma vez toda a comunidade para celebrar, rezar junto, agradecer a Deus pelas condições que cada um tem, alimentar a esperança na fé, saber que Deus é amor e não nos deixa faltar nada, e pedir para que ele toque o coração daquelas pessoas que mais tem para que repartam com quem menos tem.

Leia a entrevista na íntegra: 1469 - Dia Mundial dos Pobres (.PDF)