trocando ideias crianca e atividade fisicaAtualmente, a rotina das crianças sofreu algumas mudanças que não são boas para sua saúde e desenvolvimento, pois não respeitam necessidades que elas têm para crescer e se desenvolver satisfatoriamente. Hoje, grande parte das crianças estão presas em casa por causa da insegurança das ruas ou ligadas a algum joguinho eletrônico.

Por isso, insistimos aqui nas “Ruas do Brincar”, como vocês viram um exemplo no jornal do mês passado. Para reforçar a importância das brincadeiras ao ar livre, onde a criança pode exercitar seus grandes músculos, correr, pular, brincar livremente com outras crianças, entre tantas outras coisas, vamos trazer este mês a recomendação que está num artigo escrito pelo Dr. Jayme Murahovschi, e outros pediatras da Sociedade Brasileira de Pediatria.

Idade para começar exercícios

Perguntado sobre a idade mínima para a prática de exercícios e quais as mais indicadas para as crianças pequenas, ele respondeu que a atividade física é desejável para o ser humano em todas as idades e, portanto, deve ser estimulada. Desde o bebê bem pequeno deve haver liberdade para ele se mover. A partir dos 6 meses mães e pais podem fazer “exercícios”, por exemplo, com as perninhas, bracinhos, virando o bebê, para estimular o desenvolvimento; um cercado permite à criança observar o ambiente, brincar e se apoiar para ficar de pé; a partir dos 10 meses a criança deve ter espaço para engatinhar e depois começar a andar com apoio; na criança de um a três anos a atividade física deve ser ainda mais estimulada: entrar a sair de caixas de papelão, subir e descer de obstáculos pequenos, andar, passear pela comunidade. No pré-escolar, de quatro a sete anos, são atividades indicadas: andar, correr, pular, subir, nadar. Isso pode ser feito também através de jogos que visam aperfeiçoar a coordenação motora e as brincadeiras ao ar livre.

Ele não recomenda direcionar já a criança para um esporte, pois pode privar o desenvolvimento de certos grupos musculares. Então, ele explica: “A atividade física desenvolve a força muscular, flexibilidade e resistência, aperfeiçoa a coordenação motora, estimula o metabolismo ósseo, aumenta a capacidade respiratória e cardíaca, melhora o humor e o apetite, previne a obesidade e, a longo prazo, diminui o risco de hipertensão, diabetes e cardiopatia isquêmica”.

Então, vamos apoiar os brinquedistas para que sejam organizadas nas comunidades as “Ruas do Brincar”? Nossas crianças agradecem.

Márcia Mamede 

Leia também:
Como a criança pode aprender e se desenvolver
É brincando que a criança se desenvolve
Brincadeiras

E SDG Icons NoText 033º Objetivo de Desenvolvimento Sustentável

“Assegurar uma vida saudável e promover o bem-estar para todos, em todas as idades”.

Os líderes da Pastoral da Criança compartilham informações e conhecimentos sobre saúde, entre elas sobre a importância da prática de atividades físicas, para que todas as famílias (idosos, adultos, gestantes e crianças) tenham uma vida saudável e possam se desenvolver plenamente, conforme o 3º Objetivo do Desenvolvimento Sustentável (ODS), promovido pela ONU.

Logo museu da vida horizontal 012

banner2

banner2

educacao etica3

Viva a Vida2

banner rouanet