A Pastoral da Criança tem uma parceria com a Unilever e a marca de sabonetes Lifebuoy há 5 anos. Anualmente, com o apoio desta parceria, celebramos o Dia Mundial de Lavar as Mãos, dia 15 de outubro. Como gesto concreto desta data convidamos as famílias da Pastoral da Criança para promover o hábito de lavar as mãos da forma correta e nos momentos certos. Prepare alguma atividade sobre o tema para o mês que vem. Confira!

Transformar um ato em hábito diário

Usamos a palavra “conscientização” para descrever o momento em que a pessoa se dá conta de algo e decide mudar. Em 2014, temos a meta de chegar com uma campanha a mais de 600 mil crianças acompanhadas pela Pastoral da Criança  nas regiões Norte, Nordeste, Centro-Oeste e Sudeste. Vamos convidá-las para o desafio de tomar consciência sobre germes minúsculos nas mãos, e que eles precisam ser removidos. Uma maneira divertida que propomos é desenhar um bichinho na mão e dizer que ele sai toda vez que ela lavar as mãos. Com a repetição de lavar as mãos diariamente a criança adquire o hábito. Os líderes que acompanham as crianças da campanha vão receber um livrinho com atividades para a criança fazer durante 21 dias.

Os adultos têm muito mais resistências, dão desculpas e demoram para se conscientizar. O fato é que existe um jeito simples e barato para prevenir doenças como gripes, resfriados, conjuntivites, pneumonia e diarréias: lavar as mãos com água e sabão. Ao esfregar os dedos e as palmas com sabonete e água corrente, removemos a maioria dos germes que causam infecções. Com menos doenças, sobra mais tempo para a criança brincar, estudar e aprender. O adulto que cuida da saúde falta menos ao trabalho e pode dedicar mais tempo à família. Com as mãos limpas, evitamos transmitir doenças aos outros, e é uma demonstração de respeito pelas pessoas.

Repetir o convite para as crianças

Muitos pais e avós deixam de ensinar as crianças sobre a higiene das mãos porque eles não desenvolverem este hábito de lavar as mãos. Pesquisas mostram que em nossas comunidades mais da metade das pessoas não lavam as mãos após usar o banheiro ou brincar com animais, antes das refeições ou ao chegar em casa.

Neste caso, é preciso fazer um trabalho inverso. Podemos reforçar a repetição do hábito na criança para influenciar o costume dos adultos da família. Com a ajuda da Pastoral da Criança, e de escolas, por exemplo, mais crianças podem levar para as casas o conhecimento sobre o saudável habito de lavar as mãos. Os pais devem ajudar a criança com o acesso à água, sabonete e toalha. O adulto ao lavar as mãos junto com a criança dá um bom exemplo e toda a família fica mais saudável.

Podemos comparar a campanha de lavar as mãos com a campanha para o uso do Soro Caseiro, uma das campanhas de sucesso da Pastoral da Criança. Ao longo de 30 anos as famílias acompanhadas pelos líderes voluntários receberam a orientação de como preparar o soro em casa, com medidas de sal e açúcar. A campanha contou com apoio da sociedade, empresas, governos e meios de comunicação. Hoje 93% das crianças acompanhadas pela Pastoral da Criança que tiveram diarreia recebem o soro caseiro para prevenir a desidratação. As famílias dominam essa tecnologia de saúde. O hábito de lavar as mãos é parecido. Ao entrar na rotina da família, previne as doenças.

A campanha tem uma data especial, 15 de outubro, e serve para lembrar que o hábito acontece ao longo do ano. Nas cidades, as pessoas passam boa parte do seu tempo fora de casa. Nós dependemos cada vez mais da responsabilidade dos outros com relação à higiene, principalmente das mãos. A higiene deve ser um hábito em todas as classes sociais. Os maiores focos de doenças estão relacionados com a exposição à ambientes sujos, com lixo e esgoto a céu aberto, e em contato com animais. Junto com iniciativas do poder público para eliminar estes focos, o hábito de lavar as mãos pode reduzir pela metade o número de pessoas com doenças infecciosas, especialmente em crianças.

Dia Mundial de Lavar as Maos


Clóvis Boufleur
Gestor de Relações Institucionais da Pastoral da Criança

Mais recentes - Criança