mae cuidando da criancaRespeite o medo da criança

Não menospreze ou envergonhe a criança por sentir medo. As crianças têm uma compreensão da realidade diferente dos adultos. 
Entenda que as crianças geralmente apresentam certos medos em diferentes idades. Isso pode ajudar os pais a ficarem mais tranquilos, para verem como lidar melhor com isso.

Também vale falar com outros pais sobre como lidam com esses medos dos filhos. E conversar com seus próprios pais, para saber que medos eles sentiam e como os ajudaram a enfrentar. Às vezes, até lembrar do que não gostaram que foi feito, para não repetir com seus filhos.

Converse com a criança sobre maneiras dela lidar com as situações que lhe causam medo.

Por exemplo: ao sentir medo, procurar alguém que confia, falar sobre o medo, escolher um brinquedo para abraçar.



Permita que a criança enfrente, aos poucos, uma situação que lhe causa medo. Não obrigue a criança a entrar no escuro. Entre você e volte sem mostrar medo. Convide-a depois para entrar com você.

Não obrigue a criança a entrar no mar, em um rio ou piscina, se ela mostra medo da água. Faça ela se acostumar aos poucos, observar os outros, molhar só os pés e voltar outro dia. Reforce cada enfrentamento do medo que a criança apresenta, pois para ela é uma grande conquista.


Um ambiente favorável

Desenvolva a capacidade da criança de controlar a si própria e a seu ambiente, fazendo os medos diminuírem. Nesse ambiente, a criança vai ganhado experiência ao se relacionar com as pessoas, objetos e atividades. Vai conhecendo os perigos reais e as formas de lidar com seus temores, para que se tornem cada vez menos assustadores. E vai superando a maioria desses medos e receios.

Leia também: Crianças e atitudes construtivas: exemplos que educam

Foto: David Castillo Dominici

 

Mais recentes - Criança