importancia do combate a obesidade desde cedoOs números crescentes de excesso de peso na população adulta e infantil está se tornando uma preocupação cada vez maior para os gestores públicos, uma vez que este é um dos fatores determinantes para a ocorrência de muitos problemas de saúde no Brasil e no mundo.

Recentemente o The New England Journal of Medicine divulgou uma pesquisa realizada com mais de nove mil crianças de 5 a 14 anos, avaliando o número de novos casos de obesidade durante 9 anos. Esse estudo apontou que a prevenção da obesidade precisa iniciar cedo, antes dos 5 anos de idade. A prevalência de obesidade no jardim de infância foi significativamente maior entre as crianças que nasceram com peso maior de 4kg, comparada com as crianças que nasceram com peso baixo ou normal. Mostrou ainda que crianças que já estavam com sobrepeso na infância tiveram 4 vezes mais risco de se tornarem obesas aos 14 anos.

Segundo o relatório do UNICEF – A situação mundial da infância em 2014 –, no Brasil (2008-2012), o sobrepeso já atinge 7% das crianças menores de 5 anos de idade. Enquanto que a desnutrição está em 2%.

Investigações no campo da neurobiologia têm indicado que a pobreza e as falhas na primeira infância, como má nutrição, baixo desempenho escolar e falta de atendimento de qualidade na área da saúde, têm implicações para toda a vida.

As práticas alimentares da família são muito importantes na saúde da criança durante a primeira infância e estão fortemente relacionadas ao poder aquisitivo das famílias, do qual dependem a disponibilidade, quantidade e a qualidade dos alimentos consumidos (AQUINO; PHILIPPI, 2002; SANTOS, 2005; SALVI; CENI, 2009).

É nesse ponto que se destaca a importância do Acompanhamento Nutricional da Pastoral da Criança, trabalhar na prevenção da obesidade infantil e desnutrição desde o ventre materno, dentro do contexto familiar e comunitário, para que nossas crianças possam ter mais chances de viver bem e com saúde.

Assista ao vídeo da reportagem mostrada pelo Jornal Nacional

Saiba mais SBP: Reeducação alimentar previne a obesidade na infância

Mais recentes - Criança