1305 doacao de leite materno entrevista

Foto: Ministério da Saúde

Você sabia que o Brasil possui a maior e a mais complexa rede de banco de leite do planeta? O país é referência mundial na doação de leite humano, com 72,9% do sistema de armazenamento do mundo. A mãe que doa seu leite a um banco de leite humano, além de praticar um gesto de solidariedade, ajuda a salvar a vida de crianças que precisam de leite materno, principalmente, bebês prematuros e recém-nascidos.

Nesta semana do Dia Nacional de Doação do Leite Humano, celebrado a cada 1º de outubro, a Pastoral da Criança traz mais informações sobre esse gesto. Para entender mais sobre o funcionamento dos bancos de leite humano e como contribuir, confira a entrevista com Regina Reinaldin, enfermeira da coordenação nacional da Pastoral da Criança.

Viva a VidaPrograma de rádio Viva a Vida
1305 - 03/10/2016 - Doação de leite materno


Esta entrevista é parte do Programa de Rádio Viva a Vida da Pastoral da Criança.
Ouça o programa de 15 minutos na íntegra

Sul

Norte

Quem pode doar leite humano?

A mulher precisa fazer uma avaliação, para ver se tem leite em excesso para doar. Como ela pode ver isso? Se nos intervalos entre as mamadas do bebê, as mamas começam a vazar muito, ela tem leite em excesso. Outro indício é quando a criança está mamando e a outra mama está vazando ou quando ela percebe que as mamas sempre estão pesadas e meio doloridas. Essas são as mulheres que podem doar o leite. Além disso, é preciso ver se ela está tomando algum remédio ou se tem alguma doença, para saber se poderá ou não doar. Muitos bancos de leite também não aceitam o leite se ela fuma.

Como deve ser o recipiente para armazenar o leite humano?

Escolha um frasco de vidro com tampa plástica, pode ser de café solúvel ou maionese, retire o rótulo e o papelão que ficam na tampa e lave com água e sabão, enxaguando bem. Em seguida, coloque em uma panela o vidro e a tampa, e cubra com água, deixando ferver por 15 minutos. Conte o tempo a partir do início da fervura. Escorra a água da panela e coloque o frasco e a tampa para secar de boca para baixo em um pano limpo. Deixe escorrer a água do frasco e da tampa e não enxugue. Você poderá usar quando estiver seco.

regina-reinaldin-enfermeira-da-pastoral-da-crianca

 Regina Reinaldin - Enfermeira da Pastoral da Criança

De que maneira deve ser retirado e armazenado o leite humano para doação ao banco de leite?

O ideal é que o leite seja retirado de forma manual e não com a maquininha. Primeiro, coloque os dedos polegar e indicador no lugar onde começa a aréola, a parte escura da mama; firme os dedos e empurre para trás em direção ao corpo. Comprima suavemente um dedo contra o outro, repetindo esse movimento várias vezes até que o leite comece a sair. Despreze os primeiros jatos e inicie a coleta no frasco. O frasco, com o leite retirado, deve ser armazenado no congelador ou no freezer. O leite pode ficar armazenado congelado por até 15 dias.

Muitas mulheres, ao invés de doarem o leite que sobra a um Banco de Leite Humano, acabam amamentando outro bebê, a chamada amamentação cruzada. Qual é o perigo dessa atitude?

Uma mãe nunca deve amamentar diretamente o filho de outra mulher. Essa prática, chamada de amamentação cruzada, não é recomendada por causa dos riscos. A mãe produz anticorpos específicos que protegem somente o seu filho. Mas, eles não proporcionam a mesma proteção para outros bebês. Para beneficiar outras crianças com a doação do leite materno, a mulher deve procurar um Banco de Leite Humano, onde receberá todas as orientações necessárias. O leite doado passará por uma pasteurização que garantirá a eliminação de microorganismos que podem causar doenças.

Leia a entrevista na íntegra: 1305 - Entrevista com Regina Reinaldin - Doação de leite materno (.PDF)

Mais recentes - Bebê