PortugueseSDGIcons 1Em 2015, a Organização das Nações Unidas (ONU) lançou os 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS). Isto significa que, até 2030, os países devem trabalhar seriamente para cumprir tais metas, com o apoio de organizações e de cada pessoa comprometida com uma visão de mundo melhor.

Desde sua fundação, em 1983, a Pastoral da Criança age por aqueles que mais precisam, em sintonia com iniciativas globais e locais. E vem conquistando melhorias a partir de suas ações, desempenhadas por voluntários moradores das próprias comunidades acompanhadas. Por meio do compartilhamento de conhecimento e de atitudes simples, facilmente replicáveis, líderes comunitários levam mais qualidade de vida para as famílias que visitam mensalmente, promovendo transformações, sem comprometer as condições de sobrevivência das gerações futuras e o planeta. Os resultados dessa dedicação estão refletidos nos relatórios disponíveis no sistema de informação da entidade, que possibilitam observar a situação de cada indicador de desenvolvimento das crianças e gestantes acompanhadas pelos voluntários. Pelo sistema, é possível, ainda, analisar quais são os locais que apresentam os dados mais preocupantes.

A Pastoral da Criança é reconhecida pela sua participação no alcance dos Objetivos do Milênio, principalmente no que se refere ao empoderamento das mulheres (mais de 90% de seus voluntários são do gênero feminino), à melhoria da saúde materna e à redução da mortalidade infantil. O Brasil foi um dos países que teve destaque na queda dos números. Da década de 1990 até 2015, apresentou uma queda de 73% na mortalidade infantil. Em Florestópolis, primeiro município a desenvolver as ações da Pastoral da Criança, esse registro passou de 127 para 28 a cada mil nascidos vivos, no ano da experiência-piloto. Atualmente, o índice é zero entre as crianças acompanhadas pelos líderes no município.

As orientações de saúde, nutrição, educação e cidadania, fundamentadas pelo Guia do Líder da Pastoral da Criança e outros materiais educativos, também contribuíram para a redução dos índices de diversas doenças, resolução de casos de violação de direitos e refeições mais saudáveis – aproveitando os frutos colhidos da ação de Alimentação Saudável e Hortas Caseiras. Além disso, a metodologia desenvolvida pela Dra. Zilda Arns Neumann – pediatra, sanitarista e fundadora da Pastoral da Criança – está presente em mais 17 países, além do Brasil – incentivando a cooperação e promovendo parcerias internacionais em prol das crianças.

Este mesmo esforço tem continuidade em relação aos ODS e suas 169 metas específicas, com a finalidade de “garantir que todos os seres humanos possam realizar o seu potencial em matéria de dignidade e igualdade, em um ambiente saudável”. Nestes 15 anos de trabalho pela frente, a Pastoral seguirá aprimorando suas ações básicas, complementares, sempre de acordo com as necessidades sentidas pelas comunidades onde está presente. Também buscará sempre inovar, conforme as realidades forem mudando e novos desafios surgindo.

A certeza que permanece é que as crianças que são acompanhadas por seus voluntários hoje têm chances de ser jovens mais saudáveis em 2030, com menos propensão de desenvolver doenças crônicas – pois receberam a devida atenção nos primeiros 1000 dias de vida, desde o ventre materno. E, ainda, com quociente de inteligência (QI) que tende a ser mais alto, pelo maior tempo de amamentação e pela construção de um ambiente favorável de cuidados e carinhos. Além disso, a convivência com valores de solidariedade e união com o próximo pode inspirá-las a serem pessoas mais empenhadas a viver de maneira harmônica na sociedade e no planeta.

Como traz a mensagem do vídeo que promoveu esta Agenda 2030 na época do lançamento, seria loucura parar no meio do caminho. Na última década e meia, a pobreza extrema no mundo foi reduzida pela metade. Mas ainda há muito a fazer. Cada pessoa que participa da Pastoral da Criança ou apoia uma de suas atividades, ajuda a realizar mais uma parte do trabalho. E as portas estão sempre abertas para mais gente, incluindo empresas e instituições comprometidas com a sustentabilidade e com o bem ao próximo. Aos poucos, o time de cidadãos globais cresce e agrega mais resultados.

 

Clique nos objetivos para saber o que a
Pastoral da Criança já está fazendo para alcançá-los:

 

1

1 Erradicação da pobreza

×
- Atuação junto às áreas mais pobres
- Incentivo à produção e ao comércio local de alimentos
- Projetos de geração de renda (Vencer Juntos)
- Parceria com GNRC e Arigatou Internacional.
1

2 Erradicação da fome

×
1

3 Saúde de qualidade

×
- Redução da mortalidade infantil e materna
- Guia do Líder (orientações e divulgação de direitos na área da saúde)
- Acompanhamento mensal de crianças, gestantes e famílias
- Ação de Articuladores de Saúde
- Parceria com Ministério da Saúde
- Campanhas “Toda gestação dura 1000 dias”, “Dormir de barriga para cima é mais seguro”, “Antibiótico: primeira dose imediata”, “Soro caseiro”.
1

4 Educação de qualidade

×
- Guia do Líder (orientações e divulgação de direitos na área da educação)
- Ação de Brinquedos e Brincadeiras
- Atividades educativas no Museu da Vida (com escolas e visitantes espontâneos)
1

5 Igualdade de gênero

×
- Empoderamento das mulheres (aproximadamente 90% do voluntariado)
- Atividades educativas no Museu da Vida (principalmente no Memorial Dra. Zilda e na exposição sobre os primeiros 1000 dias de vida)
1

6 Água limpa e saneamento

×
- Parceria com Instituto Trata Brasil (incluindo boletins informativos)
- Participação ativa na Campanha da Fraternidade Ecumênica 2016
- Exposição no Museu da Vida – Casa comum, nossa responsabilidade
1

7 Energias renováveis

×
Conscientização sobre os recursos naturais e energéticos
1

8 Empregos dignos e crescimento econômico

×
- Projetos de geração de renda (ação desenvolvida do final dos anos 90 até 2007)
- Capacitação e formação contínua do voluntariado
1

9 Inovação e infraestrutura

×
- Conhecimento compartilhado pelos materiais educativos, na internet e meios de comunicação
- Sistema de informação atualizado constantemente
- Aplicativo 1000 dias
- Aplicativo Caderno do Líder (em desenvolvimento)
- Criação do Museu da Vida
1

10 Redução das desigualdades

×
- Atuação junto às áreas mais pobres
- Compartilhamento de conhecimentos sobre saúde, nutrição, educação e cidadania
- Colaboração para cumprimento de direitos
1

11 Cidades e comunidades sustentáveis

×
- Ação de Brinquedos e Brincadeiras (Ruas do Brincar)
- União da comunidade
- Museu da Vida (gratuito, aberto a todos), com área interna e externa (Trilha do Bosque e Rua do Brincar)
1

12 Consumo responsável

×
- Ação de Alimentação e Hortas Caseiras
- Orientações às famílias (valor financeiro x valor simbólico)
1

13 Combate às mudanças climáticas

×
1

14 Vida debaixo da água

×
1

15 Vida sobre a terra

×
1

16 Paz e justiça

×
- 10 mandamentos para a paz na família
- Articulador de direitos (nova ação em desenvolvimento)
- Campanha continental “Zero violência, 100% ternura” (em desenvolvimento)
1

17 Parcerias pelas metas

×
- Pastoral da Criança Internacional
- Cooperação inter-religiosa (Ação e Oração pela Criança)
- Parceiros institucionais
- Parceiros em projetos e programas
- Parceiros técnicos
- Doações
- Pequenos Reis Magos
Quer se tornar um voluntário e contribuir com essa imensa rede de solidariedade? Saiba como.