dra zilda arns neumann pastoral da crianca

Vídeos sobre o falecimento da Dra. Zilda

 

JORNAL DA EDUCATIVA 2AED (PR) • REPORTAGEM • 14/1/2010 • 21:30:00 • TVE-PR

 

 

Todos ficaram em estado de choque com a morte da médica, pediatra e fundadora e coordenadora internacional da Pastoral da Criança, Zilda Arns, que estava em uma missão humanitária no Haiti. Zilda foi uma das vítimas fatais do terremoto que devastou o país caribenho. Contudo, como mesmo declarou o cardeal Dom Paulo Evaristo Arns, irmão de Zilda Arns, “ Ela morreu de uma maneira muito bonita. Morreu na causa que sempre acreditou.” Zilda Arns, que sempre atuou na saúde pública, criou em 1983 criou a Pastoral da Criança. 

Repórter: Andressa Tavares

 

Entrevistadas:

- Neuza dos Santos Hygeno, líder comunitária Pastoral da Criança

- Ana Rita Doeringue, líder comunitária Pastoral da Criança

 

 

JORNAL DA BAND (SP) • REPORTAGEM • 14/1/2010 • 20:00:00 • BANDEIRANTES

 

 

Com o principal objetivo de reduzir a desnutrição infantil, a médica sanitarista criou há quase 30 anos, a Pastoral da Criança, hoje existente em mais de 19 países.

Repórter: Thayse Leonardi

 

Entrevistados:

- Débora Batista, auxiliar de produção;

- Zilda Arns, entrevista em arquivo;

- Juvelina Teixeira, voluntária.

 

 

RIC NOTÍCIAS 2A EDIÇÃO (PR) • REPORTAGEM • 14/1/2010 • 19:30:00 • RECORD

 

 

Há 26 anos o trabalho da Pastoral da Criança começava como um embrião em Florestópolis, no norte do estado. Hoje moradores da cidade, ainda comovidos com a morte de Zilda Arns em um terremoto no Haiti, prestaram várias homenagens.

Repórter: Vinícius Frigeri

Entrevistado: Dom Orani Tempesta, Arcebispo do Rio de Janeiro

 

 

REDETV NEWS (SP) • REPORTAGEM • 14/1/2010 • 21:10:00 • REDE TV

 

 

Uma missa foi celebrada no início da noite, no Rio de Janeiro, em memória a coordenadora da Pastora da Criança, Zilda Arns, e das outras vítimas do terremoto no Haiti. Entre os fiéis e parentes de militares estavam também representantes da Comissão de Direitos Humanos e membros da Pastoral da Criança. O arcebispo garantiu que a Pastora da Criança irá continuar atuando normalmente e relembrou momentos que passou ao lado de Zilda Arns.

Repórter: Tony Vendramini

 

 

 

ESPAÇO ABERTO (SP) • REPORTAGEM • 14/1/2010 • 21:30:00 • GLOBONEWS

 

 

Contar a história de Zilda Arns dá esperança de que os dramas da pobreza podem ser vencidos e vidas de crianças podem ser salvas. De que é possível enfrentar males que parecem sem solução com armas simples: solidariedade, soro caseiro e informação. Tudo é animador na história de Zilda Arns. Um pequeno pedido do irmão Dom Paulo Evaristo Arns a fez iniciar um trabalho que gerou a maior rede de voluntários do Brasil e teve impacto direto na redução da mortalidade infantil. O trabalho atravessou a fronteira e passou a ser uma rede internacional.