direitos da gestante

Foto: Acervo da Pastoral da Criança

Bebês e crianças são sensíveis e podem contrair doenças e infecções, caso não recebam cuidados com a saúde, higiene e alimentação corretamente. Para os bebês, a amamentação é um dos principais meios de proteção do sistema imunológico, assim como as vacinas. Para conversar sobre os cuidados e sinais de alerta, convidamos Dr. Marco César dos Santos, Médico Otorrinolaringologista do Instituto Paranaense de Otorrinolaringologia (IPO), em Curitiba, Paraná.

Por que acontecem as infecções de ouvido, nariz e garganta nos bebês e nas crianças?

Podemos considerar dois grandes motivos. Um deles quando a criança tem o que chamamos de tuba auditiva muito curta e muito larga, e isso favorece movimentos de refluxo que a criança possa ter e faz com que o conteúdo gástrico entre no ouvido médio, favorecendo infecções. Outro fator é quando os bebês possuem adenóide grande, que fica na parede posterior do nariz, e isso faz com que a criança armazene um pouco mais de bactérias ali, que podem acabar migrando para dentro do ouvido. Esse adenóide também é o problema da infecção de nariz porque, quando é um pouco maior, pode dificultar a limpeza da cavidade nasal de maneira natural, o que acaba represando catarro na cavidade nasal e as bactérias começam a se proliferar nesse catarro e causam infecções.

Viva a VidaPrograma de rádio Viva a Vida
1466 - 28/10/2019 - Garganta, ouvido e nariz

Esta entrevista é parte do Programa de Rádio Viva a Vida da Pastoral da Criança.
Ouça o programa de 15 minutos na íntegra

O que essas infecções causam nos bebês e nas crianças?

Elas causam febres. Também, a dor na criança é muito forte e acaba limitando o hábito alimentar, porque o movimento da deglutição aumenta muito a dor. 

Por que a amamentação ajuda a evitar infecções?

Nos primeiros seis meses é necessária essa amamentação para evitar as infecções, vai influenciar não só nesse período, mas para o resto da vida, porque a amamentação traz muitos benefícios para o sistema imunológico.

regina-reinaldin-enfermeira-da-pastoral-da-crianca

Dr. Marco César dos Santos

As vacinas são importantes na prevenção?

Sim, a vacinação é extremamente importante e previne muito. É preciso seguir o calendário de vacinação organizado pela Organização Mundial de Saúde ou pelo posto de saúde onde normalmente a família leva as crianças. Os pais devem manter a vacinação em dia para que doenças que são comunitárias, tais como sarampo e rubéola, sejam mantidas sob controle.

Leia a entrevista na íntegra: 1466 - Garganta ouvido e nariz (.PDF)