Tema: Direitos da gestante e da criança 

1512

Foto: Acervo da Pastoral da Criança

O parto é um momento muito especial para a mulher, cheio de intensas sensações e sentimentos. É a tão aguardada hora de conhecer o bebê depois de todo o período da gestação. E, pela importância que esse momento tem na vida da mãe e do bebê, precisa ser cercado de cuidados, sempre com muito amor, afeto e respeito. É o que se chama de parto humanizado. No parto humanizado a mulher e o bebê são os protagonistas e os profissionais que a acompanham devem dar conforto, segurança e acolhimento, sempre com muita atenção, respeito e pautados em evidências científicas para sugerir qualquer intervenção. Um dos maiores medos das mulheres é a dor do trabalho de parto, mas há diversos recursos que podem ser ofertados pelos profissionais para alívio das dores. É importante a gestante conversar com o profissional de saúde que a acompanhou no pré-natal para conhecer melhor os métodos e tirar suas dúvidas. Dessa forma a mulher se sentirá mais segura no momento do parto. Saiba mais na entrevista da Dra. Lícia Kércia de Araújo Costa, médica ginecologista e obstetra, que trabalha em São Luís, Estado do Maranhão.

O que é o parto humanizado?

A humanização do parto é simplesmente acreditar na fisiologia da gestação e do parto. Respeitar aquele momento, respeitar aquela mulher. A equipe médica tem que ter consciência de que ali é uma vida, um ser humano que está vindo ao mundo. E não é simplesmente um processo de nascimento. Muitas coisas estão envolvidas naquele momento. Humanizar é devolver à própria mulher o protagonismo daquele parto. Ela precisa ser dona daquele momento para que a gente possa garantir todos os direitos de escolha que a mulher tem.

Viva a VidaPrograma de rádio Viva a Vida
1512 - Conheça mais sobre o parto humanizado - 07/09/2020


Esta entrevista é parte do Programa de Rádio Viva a Vida da Pastoral da Criança.
Ouça o programa de 15 minutos na íntegra

         

Uma profissional muito importante na preparação e acompanhamento do parto humanizado é a doula. Quem é a doula e qual é a sua função?

A doula, pela própria palavra, significa, pela origem grega, a mulher que serve. Nesse caso é aquela mulher que dá o suporte emocional e físico àquela gestante, que trabalha com ela durante todo o processo gestacional ou apenas durante o processo de trabalho de parto. A presença dessa mulher é assegurada pela Organização Mundial de Saúde desde 1986 e vários estudos já provaram que é um dos principais fatores positivos em relação a melhora do processo de dor no trabalho de parto. A doula tem uma função extremamente importante porque é ela quem vai ficar durante todo o parto e vai transmitir apoio emocional para que aquela mulher consiga se sentir firme e segura durante todo o momento de nascimento do seu filho.

Dra. Lícia Kércia de Araújo Costa

Dra. Lícia Kércia de Araújo Costa, médica ginecologista e obstetra, que trabalha em São Luís, Estado do Maranhão.

Que direitos são assegurados à gestante no parto humanizado?

Um dos principais direitos que ela tem é de ter uma doula ao seu lado para acompanhamento. Ela precisa desse apoio e tem direito a esse apoio, inclusive no serviço público. Ela tem também o direito, como toda gestante, a um acompanhante. Ela também tem direito a ter um plano de parto onde consiga descrever as ações que precisa, que ela gostaria que tivesse durante o seu trabalho de parto. Lembrando que tudo isso deve ser de uma forma segura, de uma forma que a gente consiga proteger tanto a mãe quanto o bebê.

Como fica o papel do companheiro e da família no parto humanizado?

O companheiro é a peça-chave, a peça principal. Pode ser o próprio companheiro, o marido, o pai do bebê, ou um parente muito próximo, muito querido, que essa mulher queira que acompanhe o seu trabalho de parto. Essa pessoa vai transmitir toda a segurança do ambiente familiar para que aquela mulher possa se sentir em casa. Para que ela possa reconhecer aquele ambiente como seu. É aquela pessoa que vai estar com ela e deixá-la mais tranquila para que ela possa ter o seu bebê de uma forma natural.

Leia a entrevista na íntegra: 1512 - Parto humanizado é direito de toda gestante (.PDF)

   

E SDG Icons NoText 033º Objetivo de Desenvolvimento Sustentável

“Assegurar uma vida saudável e promover o bem-estar para todos, em todas as idades”

Buscar a humanização nos serviços de saúde e na hora do parto é uma forma de respeitar a vida e os sentimentos humanos, é essencial para promover o bem-estar de todos na comunidades, conforme o 3º Objetivo do Desenvolvimento Sustentável, proposto pela ONU e deve ser uma luta de todos nós.

 

Dra. Zilda

“Como é importante a visita mensal feita com amor pelo líder comunitário; como faz bem à gestante, principalmente aquelas que mais sofrem e precisam de apoio.”

Papa Francisco

“A fecundidade da fé expressa-se na solidariedade concreta para com os nossos irmãos e irmãs, independentemente da sua cultura ou condição social”