1426 desnutricao e diarreia entrevista

Foto: Marcello Caldin

A higienização dos alimentos, das mãos e do ambiente são extremamente importantes para evitar doenças, bactérias e complicações na saúde, principalmente das crianças. A diarreia e a desidratação fazem parte dessas complicações e devem ser tratadas com muita atenção, pois podem ser perigosas. Aprender quais são os sinais, o que causa, como prevenir e como tratar é essencial para manter o bem estar das crianças. Para conversar sobre isso, convidamos Ana Caroline Mendes Ramos, Enfermeira e Assistente Técnica da Pastoral da Criança em São Luís, Maranhão:

E como é que nós podemos prevenir a diarreia?

Orientar as mães em relação a higiene, sempre ter esse cuidado de lavar as mãos antes de manusear as coisas das crianças, lavar frutas, verduras, ter esse cuidado de sempre oferecer alimentos limpos.

ana caroline mendes ramos 300

Ana Caroline Mendes Ramos

Sempre que for oferecer frutas para a criança, procurar lavar em água corrente, se possível deixar de molho. Sempre ficar atento às folhinhas das verduras, dos legumes e verificar se não tem nenhum tipo de sujeira.

Também é importante oferecer exclusivamente o leite materno para o bebê de até 6 meses, sempre lavar com cuidado os brinquedos, porque a partir dos 6 meses o bebê começa a ir pro chão, ele já começa a pegar as coisas e colocar na boca, então é muito importante esse cuidado de sempre lavar e higienizar esses brinquedos da criança, lavar com água quente (escaldar) todos os brinquedos dessa criança.

Como tratar a diarreia?

Até os 6 meses a mãe deve oferecer o leite de peito exclusivo, a partir dos 6 meses deve continuar oferecendo o leite de peito, mas pode inserir outros alimentos e oferecer outros líquidos. Esse líquido pode ser chá, água e, no caso de diarreias, é importante que ela dê o soro caseiro pra criança, porque vai ajudar bastante na hidratação, fazendo que essa criança volte ao normal mais rápido.

Quando procurar auxílio médico em casos de diarreia?

Se o leite materno já foi oferecido, já tentaram insistir na alimentação, porém a criança não respondeu a tudo isso, apresentou febre alta, vômito com maior frequência, as fezes ficaram mais líquidas e a criança teve mais dor de barriga, é importante que a família procure auxílio médico.

Quais são os sinais de desidratação?

É importante que a mãe, ou quem estiver com o bebê, fique atenta a quantidade de urina, porque geralmente quando o bebê está desidratado, a quantidade de urina é bem pouca, a urina tem a tendência de ficar num amarelo bem escuro e, quanto mais desidratada a criança estiver, menos xixi fará.

Outros sinais são a perda de peso em poucas horas, a boca extremamente seca, os olhos bem fundos, a criança com um aspecto cansado.

É importante ficar atento à moleira do bebê, pois a pele fica mais murcha quando ela está desidratada.

E como é que se pode prevenir e tratar a desidratação?

Insistir em dar o leite de peito pra criança, porque quanto mais líquido é oferecido, melhor é a recuperação.

Se a criança for maior de 6 meses e ainda mama no peito, insistir com o leite de peito e oferecer bastante líquido e soro caseiro.

Leia a entrevista na íntegra: 1426 - Diarreia e desidratação (.PDF)

Esta entrevista é parte do Programa de Rádio Viva a Vida da Pastoral da Criança.
Ouça o programa de 15 minutos na íntegra

1426 - Diarreia e desidratação - 28/01/2019



Cadastre seu e-mail para receber nossas novidades

E-mail:*