O projeto Centralidad de la Niñez (PCN), programa do Departamento de Justiça e Solidariedade do Conselho Episcopal Latioamericano, por meio de uma aliança institucional com a World Vision América Latina e a Pastoral da Criança Internacional (PCI), realizará nos dias 5 e 6 de junho, em Quito, no Equador, o seminário “Crise Global dos Cuidados e Distribuição Desigual da Ternura”, como parte das atividades da campanha continental “Zero violência, 100% ternura”. O evento contará com a participação do Dr. Nelson Arns Neumann, coordenador da PCI, e de Maria das Graças Silva Gervásio, integrante da coordenação nacional da Pastoral da Criança no Brasil.

Ouça o spot de divulgação do evento (em espanhol)

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

Este seminário, cujo objetivo surge da necessidade de causar o diálogo propositivo para para a crise global dos cuidados e distribuição desigual da ternura que ameaça a vida, o desenvolvimento e o bem-estar das crianças e dos adultos que as cuidam, acontecerá na Faculdade de Educação da Pontifícia Universidade Católica do Equador (PUCE), das 9h às 17h no primeiro dia. O segundo dia será dedicado a mesas de trabalho com acompanhamento de especialistas de diversas áreas e encerrará com o lançamento da campanha continental “Zero violência, 100% ternura”, a leitura do Manifesto de Quito e assinatura de adesão ao Pacto da Ternura.

Saiba mais sobre o conteúdo do seminário (pdf em espanhol).

Além das instituições sócias do PCN, este seminário e a campanha são apoiados também pela Associação Lationoamericana de Educação Radiofônica (ALER) e pelo Secretariado Latinoamericano e do Caribe de Cáritas (Selacc), que serão multiplicadores das mensagens da campanha e organizadores de algumas atividades de ação social.

O seminário contará com quatro especialistas de longa carreira em uma mesa redonda que se desenvolverá na manhã do primeiro dia, integrada a quatro perspectivas:

Perspectiva Política: Adriana Monesterolo (PUCE) - Cuidado com ternura como princípio e direito. Doutora em Jurisprudência na Pontifícia Universidade Católica do Equador. Estudos de direito com enfoque na infância. Mestre em Direitos Humanos (Universidade Andina Simón Bolívar).

Perspectiva Econômica: Amparo Armas (Universidade das Artes de Guayaquil) – Crise dos cuidados e distribuição desigual da ternura, desde o enfoque da economia dos cuidados. Estudos em economia na Pontifícia Universidade Católica do Equador. Com estudos na sede mexicana da Faculdade Latinoamericana de Ciências Sociais (Flacso), em orçamentos pró equidade contra a pobreza na América Latina e no Caribe.

Perspectiva Sociológica: Gioconda Herrera (Flacso) - Estados, famílias transnacionais, afetos e cadeias globais do cuidado. Coordenadora do Mestrado em Gênero da Flacso, sede Equador, especialista em migração e no tema das cadeias globais de cuidado e as estruturas econômicas que as demandam.

Perspectiva Teológica: Alejandro Cussiánovich (MANTHOC – Movimento de Adolescentes e Crianças, Filhos e Filhas de Trabalhadores Cristãos) - Desafios éticos sobre a crise dos cuidados e distribuição desigual da ternura. Teólogo e construtor da Pedagogia da Ternura dentro do contexto político.

Uma das gestoras deste seminário, a Dra. Anna Grellert, assessora regional de proteção à infância da World Vison, explica que: “A vida é vulnerável e requer ser cuidada, livre de violência e opressão e plena de ternura. A sustentabilidade da vida vulnerável requer um acordo social, econômico e político que garanta o direito ao cuidado. Este seminário é uma oportunidade para participar e contribuir na construção de um acordo social para o cuidado social e criação com ternura das crianças latioamericanas e caribenhas”.

Para saber mais sobre o seminário, acesse este documento com mais detalhes.

Se estiver em Quito e desejar participar, preencha esta ficha de inscrição e envie ao e-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

As vagas são limitadas e o custo é de apenas 10 dólares, que incluem pasta com materiais, certificado e coffe-break. Não inclui almoço.