aguaAtualmente, o tema "água" ganhou destaque nos noticiários diários. A falta de água atinge muitas cidades brasileiras, levando o povo a buscar alternativas para contornar a situação. Acostumados a gastar água sem controle - porque sempre foi comum dizer que no Brasil há tanta água que não era preciso economizar, que só havia "seca" mesmo naquelas lendárias regiões do Nordeste - agora a falta de água chegou para todos, e esse fato traz consigo uma novidade: a necessidade de combater o desperdício e de criar uma nova educação sobre o uso racional e consciente da água, que é um bem finito. Para todo ser vivo, a água é a essência da vida.

Aproximadamente 80% de nosso organismo é composto por água. Boa parte dos pesquisadores concorda que a ingestão de água tratada é um dos mais importantes fatores para a conservação da saúde e proteção contra o envelhecimento.

Para proporcionar uma maior discussão sobre o assunto, o Dia Mundial da Água foi instituído pela Organização das Nações Unidas (ONU), em 1992, sendo comemorado no dia 22 de março. Esse evento quer chamar atenção sobre o grande desperdício desse recurso natural e sobre a poluição hídrica, já que os rios são poluídos por esgotos domésticos, efluentes industriais, resíduos hospitalares, agrotóxicos, entre outros.

Cada um pode fazer a sua parte. Com criatividade, compromisso e consciência comunitária podemos nos unir e fazer com que a água seja um bem acessível a todos, em quantidade e qualidade para uma vida digna.

Clóvis Boufleur - Gestor de Relações Institucionais da Pastoral da Criança

Clóvis Boufleur - Gestor de Relações Institucionais da Pastoral da Criança

“Nós precisamos mais do que nunca, hoje, voltar nossos olhos e nosso esforço para proteger todos os mananciais, os rios, as fontes que podem trazer água de qualidade para as pessoas”, alerta Clóvis.

A água é um elemento necessário para a vida das pessoas, dos animais e das plantas. Você sabia que o homem só consegue ficar cerca de três dias sem beber água? No entanto, quando isso ocorre o organismo fica desidratado, os neurônios, que são as células do cérebro, começam a morrer. Perde-se a consciência e em pouco tempo todos os órgãos param de funcionar. É por isso que a água é tão importante para a vida.

Infelizmente, em muitos lugares a água está poluída, contendo substâncias que prejudicam a saúde. A falta de água potável e de esgoto tratável facilita a transmissão de muitas doenças. A cada ano, milhares de pessoas morrem ou adoecem gravemente porque não têm água suficiente ou bebem água contaminada. Estima-se que o acesso à água limpa e ao esgoto reduziria em pelo menos 20% a mortalidade infantil.

Para saber mais sobre a importância da água, confira a entrevista com Clóvis Boufleur, gestor de relações institucionais da Coordenação Nacional da Pastoral da Criança.

Por que a água pode ser considerada um bem essencial à vida?

Nós somos compostos de água. Boa parte do nosso corpo é água e nós precisamos da água todos os dias para sobreviver. É um bem essencial necessário para qualquer ser humano e todos os seres que têm vida. Por isso, nós precisamos mais do que nunca, hoje, voltar nossos olhos e nosso esforço para proteger todos os mananciais, os rios, as fontes que podem trazer água de qualidade para as pessoas.

Uma das doenças que está ficando mais conhecida agora no Brasil e que também tem a ver com a água é a Febre Chikungunya. Clóvis, você pode explicar do que se trata e os fatores de risco?

A Febre Chikungunya é muito parecida com a dengue, mas ela tem também algumas diferenças. É transmitida pelo mesmo mosquito, o Aedes Aegypti, e esse mosquito carrega o vírus. Ao picar uma outra pessoa, ele transmite o vírus. Agora, ela é diferente porque, além da febre e outros sintomas da dengue, produz uma dor forte nas articulações por causa das inflamações que a doença provoca. A Febre Chikungunya pode afetar as pessoas de todas as idades, tanto homens quanto mulheres.

O que a comunidade pode fazer para que não falte água potável nas suas casas?

Nós precisamos discutir a água no seu lado positivo, necessário para a vida humana, e também no seu lado de promotor de doenças e de mortes. A água é um bem coletivo e nós precisamos ter regras para o seu uso. Nós não podemos mais admitir o uso indiscriminado da água por muitas empresas que exploram a água como se fossem elas as donas de tudo que existe de aquíferos no país.

Saiba mais: Soro Caseiro

Leia a entrevista na íntegra: 1224 - Entrevista com Clóvis Boufler - Dia Mundial da Água (.PDF)

Esta entrevista é parte do Programa de Rádio Viva a Vida da Pastoral da Criança. Ouça o programa de 15 minutos na íntegra
Programa de Rádio 1224 - 16/03/2015 - Dia Mundial da Água
{audio socialshare:no}1224 - 16/03/2015 - Dia Mundial da Agua sul|/images/audios/programasvivaavida2015/sul/1224_DiaMundialdaAgua_S.mp3; 1224 - 16/03/2015 - Dia Mundial da Agua norte|/images/audios/programasvivaavida2015/norte/1224_DiaMundialdaAgua_N.mp3{/audio}