Manter hábitos de higiene é a melhor maneira de prevenir o aparecimento de piolhos. Mesmo assim, é possível acontecer o problema, principalmente entre as crianças. Os piolhos se espalham para a turma na escola rapidamente. Por isso, é importante sempre observar as crianças, para perceber logo se elas começam a coçar frequentemente a cabeça.

Para que não haja uma infestação, quando se nota que uma criança tem piolho, é preciso avisar aos pais ou responsáveis, aos profissionais da escola, babás e todos que têm contato frequente com ela. Assim, é combatido enquanto ainda está limitado a poucas pessoas.

O que fazer quando a criança já está com o piolho:

1) Com um pente fino, passe uma linha entre os dentes do pente, de um lado ao outro. Lave os cabelos da criança e deixe um pouco do condicionador para deslizar o pente mais facilmente. As lêndeas grudam no fio de linha. Faça esse procedimento por alguns dias seguidos. Use este pente fino apenas para esta finalidade.

2) Lave lençóis e toalhas com água quente. Pode-se ferver a roupa de cama e de banho ou, se lavar na máquina, usar o ciclo quente (se a sua tiver essa opção).

3) Passe a roupa de cama com ferro bem quente, para matar as lêndeas que podem ter ficado ali, mesmo que não faça a lavagem dela diariamente.

4) Fique sempre alerta e, periodicamente, dê uma olhada mais detalhada na cabeça das crianças - principalmente quando souber que é época de surto nas escolas e parquinhos que vocês frequentam.

5) Não use inseticidas na cabeça das crianças. Hoje em dia, temos loções e xampus que funcionam bem.

6) Existe também o uso de medicamentos por via oral, mais nunca use remédios sem orientação de um médico.

7) Querosene é uma substância tóxica que será absorvida pela pele, nunca deve ser aplicada na cabeça de uma pessoa. 

Saiba mais
Piolho e sarna, qualquer um pode ter
Pele saudável é fruto de observação, higiene e cuidados diários
Prevenção e tratamento para sarna

selo guia do lider1

Piolho

Também é preciso cuidar da toalha de banho, das roupas de cama e ver se as pessoas que cuidam da criança não estão com piolho também.

Para evitar que a contaminação por piolhos se espalhe, é preciso:

  • cuidar da higiene e tomar banho todos os dias;
  • manter os cabelos limpos;
  • trocar de roupa todos os dias;
  • não usar pente de outra pessoa;
  • evitar colocar na criança chapéu, gorro ou boné emprestados.

Acidentes domésticos
Nunca se deve: usar inseticida para matar piolho, porque pode causar intoxicação grave na criança;
colocar saco plástico na cabeça da criança, pois pode causar asfixia.

Estas orientações foram retiradas do Guia do Líder (.PDF)