1424 piolho e bicho de pe entrevista

Foto: Lymantria / Wikipedia

É muito comum, ao menos uma vez, crianças aparecerem em casa com piolhos. Isso porque as crianças convivem muito umas com as outras e a infestação pode ocorrer rapidamente. Por isso, é necessário sempre manter a higiene em dia e olhar a cabeça da criança com frequência para ver se está tudo bem, pois, apesar de comum, o piolho pode fazer mal à saúde. O bicho de pé também pode ser muito perigoso e deve ser evitado. Para falar mais sobre isso, convidamos Regina Reinaldin, Enfermeira da Coordenação Nacional da Pastoral da Criança:

Como se pega piolho?

Viva a VidaPrograma de rádio Viva a Vida
1424 - Piolhos e bicho de pé - 14/01/2019


Esta entrevista é parte do Programa de Rádio Viva a Vida da Pastoral da Criança.
Ouça o programa de 15 minutos na íntegra


O piolho é transmitido principalmente de uma pessoa para outra. Pegamos o piolho através do uso de pentes, tiaras de cabelos, bonés, capacetes, lenços, de outras pessoas.

O piolho consegue viver até dez dias nesses objetos, quando chega na nossa cabeça, ele se instala na base do nosso cabelo e lá ele coloca os seus ovos, muito conhecidos como  lêndeas.

Como os adultos podem descobrir que uma criança tem piolhos?

Por meio da identificação de lêndeas e piolhos, a olho nu, ou com auxílio do pente fino .

Como é feito o tratamento para combater os piolhos?

O tratamento para piolho é feito com aplicação, nos cabelos, de medicamentos próprios para acabar com eles, tais como shampoos, loções e comprimidos. Qualquer um desses medicamentos deve ser prescrito pelo médico e a sua indicação vai depender da quantidade de piolhos e o tipo de infestação.

regina-reinaldin-enfermeira-da-pastoral-da-crianca

 Regina Reinaldin - Enfermeira da Pastoral da Criança

Depois do tratamento, precisa continuar examinando a cabeça da criança por duas ou três semanas para se certificar que infestação foi controlada.

É verdade que bicho de pé é causado por uma pulga?

Sim, é causado por uma espécie de pulga que penetra na pele, não só no pé, mas também na orelha, nas costas e em outras partes do corpo.

O bicho de pé também pode estar nos cachorros e porcos. Essa pulga se alimenta do sangue, porém somente a fêmea após ser fecundada. Ela penetra na pele de pessoas e animais e inicia o processo de amadurecimento dos seus ovos, eliminando-os no meio ambiente.

Além do pé, que é o lugar preferido desse parasita, quais outros lugares do corpo ele pode se instalar?

Esse bicho perfura qualquer outra parte do nosso corpo e, ao se alojar, o bicho de pé começa a se alimentar do sangue, motivo pelo qual nós sentimos aquela coceira desagradável na região inflamada.

Enquanto os ovos estão se desenvolvendo, a fêmea começa a crescer e pode alcançar um tamanho semelhante a um grão de ervilha, provocando muito incômodo.

Quando os ovos estão prontos para serem expelidos, a fêmea do bicho de pé os deposita no interior da nossa pele e, pasmem, a quantidade chega a 200 ovos. Depois disso, a fêmea morre e o nosso organismo naturalmente expele o bicho morto para fora, mas o ideal é que o bicho seja removido antes.

Leia a entrevista na íntegra: 1424 - Piolhos e bicho de pé (.PDF)