O ano de 2012 está começando e os casos de dengue continuam aumentando em todo o país. O período de chuvas favorece o acúmulo de água parada e com isso a proliferação do mosquito que transmite a Dengue.

A Pastoral da Criança se une ao Ministério da Saúde e demais organizações para o combate a Dengue. Medidas simples, desde que feitas todos os dias, geram bons resultados. Além de proteger a sua família, você pode ajudar a sua comunidade.

 

Aprender sobre a dengue é essencial para combatê-la. Para isso, é importante saber algumas informações sobre essa doença que todo ano preocupa os brasileiros. Combater a dengue não é tarefa fácil. Se não mobilizarmos toda a comunidade, daqui a pouco a dengue pode aparecer. chuva e calor favorecem o aparecimento do mosquito transmissor da dengue.

Por isso é importante a ajuda de todos para eliminar e evitar os focos do mosquito e não deixar que ocorram epidemias. A dengue é uma doença febril aguda causada por um vírus, não é transmitida de pessoa para pessoa; o vetor é a fêmea do mosquito Aedes aegypti, que se infecta ao picar uma pessoa doente. Para a dengue não existe tratamento específico. Diagnosticados alguns sintomas, deve-se procurar imediatamente o serviço de saúde. As pessoas devem fazer repouso e beber muito líquido (inclusive soro caseiro).

É importante também conhecer os sintomas, pois a dengue é uma doença grave e pode matar. A febre é alta e acompanhada de um ou mais sintomas, como dor de cabeça, dor atrás dos olhos, no corpo e nas juntas. A orientação é procurar imediatamente uma unidade de saúde. Após o diagnóstico, se aparecerem sintomas como dor na barriga ou vômito, o retorno à unidade de saúde tem de ser imediato.

Líder, não esqueça de falar sobre a dengue nas visitas domiciliares, nas celebrações da vida e com todos da sua comunidade. Para combater a dengue é necessário que toda a comunidade participe. É importante que o tema seja abordado em sala de aula, para que os alunos divulguem as informações em casa e no bairro.

 

 

 

CONHEÇA MAIS SOBRE A DENGUE

O que é a dengue?

É uma doença febril aguda. A pessoa pode adoecer quando o vírus da Dengue penetra no organismo, pela picada do mosquito infectado, o "Aedes aegypti"

Quanto tempo depois de ser picado aparece a doença?

Em média de 5 a 6 dias.

Quais são os sintomas?

Febre, dores no corpo, principalmente nas juntas e dor de cabeça. Podem aparecer manchas vermelhas pelo corpo e sangramento, sendo mais comum nas gengivas.

O que fazer se aparecer algum sintoma da doença?

Procurar um médico para realizar o tratamento. Repouso e ingestão de líquidos são importante. Não se pode usar AAS e Aspirina, podem podem favorecer o aparecimento de hemorragia.

Depois de ter tido Dengue pode-se pegar o novo?

Sim, mas nunca pelo menos tipo (existem 4 tipos de vírus). Ou seja, a pessoa fica protegida contra o tipo de vírus que provocou a doença, mas ainda poderá ser contaminada pelas outras 3 formas conhecidas do vírus da Dengue.

Pode-se pegar Dengue de uma pessoa doente?

Não. O único jeito é através da picada do mosquito.

Que cuidados devemos ter para não pegar Dengue?

Como é praticamente impossível eliminar o mosquito, é preciso eliminar objetos que possam se tornar criadouros. O município deve ter uma equipe de agentes que realizam o controle de pontos estratégicos e orientação aos moradores.



Procure imediatamente um médico em qualquer uma das situações abaixo:

Dores na barriga fortes e contínuas
Vômitos persistentes
Sangramento pelo nariz, boca e gengivas
Sede excessiva e boca seca

 

 

PREVENÇÃO
 
Para tomar medidas preventivas e impedir que a dengue chegue até a sua cidade ou município, a melhor atitude é combater os focos de acúmulo de água. Esses locais são propícios para a criação e reprodução do mosquito transmissor da dengue. Ajude o Brasil a combater a dengue. Para prevenir a chegada da doença veja alguns cuidados importantes.

 

 

Veja que, com medidas simples você pode combater a dengue:
 
Não deixe água acumulada sobre a laje.
Manter o saco de lixo bem fechado e fora do alcance dos animais até o recolhimento pelo serviço de limpeza urbana
Manter a caixa d'agua completamente fechada para impedir que vire criadouro do mosquito.
Manter bem tampados tonéis e barris d'água.
Encher de areia até a borda os pratinhos dos vasos de planta.
Lavar semanalmente por dentro, com escova e sabão, os tanques utilizados para armazenar água.
Se você não colocou areia e acumulou água no pratinho de planta, lavá-lo com escova, aguá e sabão. Fazer isso uma vez por semana.
Remover folhas e galhos e tudo que possa impedir a água de correr pelas calhas.
Jogar no lixo todo objeto que possa acumular água, como embalagens usadas, potes, latas, copos, garrafas vazias e etc.
Se você tiver vasos de plantas aquáticas, trocar a água e lavar o vaso principalmente por dentro com escova, água e sabão pelo menos uma vez por semana.
Colocar o lixo em sacos plásticos e manter a lixeira bem fechada. Não jogue lixo em terrenos baldios.
Lavar principalmente por dentro, com escova e sabão, os utensílios usados para guardar água em casa, como jarras, garrafas, potes, baldes, etc.

 

 

 

Veja mais:

Jogo infantil de combate a dengue

 

Vídeos da campanha

=> Vídeo líder comunitário

=> Vídeo pneus

=> Vídeo gestor

 

Jornal Folha de São Paulo - "48 cidades têm alto risco de epidemia de dengue no país" (06 de dezembro de 2011)



Cadastre seu e-mail para receber nossas novidades

E-mail:*