natal-2013-presepio-sagrada-familiaNatal: a festa da família

Duas noites marcaram a história da salvação. A noite do Natal e a noite da Páscoa. Na noite de Natal, o Filho de Deus nasceu pequenino e pobre numa gruta. Na noite da Páscoa, o Filho do Homem renasceu forte e fascinante na glória da ressurreição. As duas noites estão ligadas pelo fio invisível do projeto de Deus, que não só nos criou, mas quis nos tornar participantes de sua própria vida. É este o Mistério que celebramos da noite de Natal: a vida do Filho de Deus que se tornou um de nós para nos tornar filhos e filhas de Deus.

Natal também é tempo de confraternização. Deveria ser um tempo de muita alegria, mas infelizmente para muitos o Natal é um tempo de tristeza, especialmente para quem vive isolado da comunidade, para aquelas famílias separadas por brigas e mágoas, pelo individualismo que marca as pessoas ou até mesmo pela falta de algo ou alguém que se foi.

Leia também:
O Natal que acontece hoje
Oração pela família no Natal
Presépios de material reciclado

Como vencer essa situação e fazer renascer a esperança e viver o verdadeiro espírito que o Natal nos traz? O caminho cada um deve descobrir, mas o que ajuda – e muito – é participar das atividades da comunidade, pertencer a um grupo de ajuda ou de voluntariado, perdoar aqueles que se encontram afastados de nós e sair do isolamento, abrir nosso coração para o novo. Enfim, como nos diz o Papa Francisco, deixar que a vida nos surpreenda e buscar ser feliz com isso. Feliz Natal para você, para sua família e comunidade.

Leia as mensagens do Jornal da Irmã Vera Lúcia Altoé e Dom Aldo di Cillo Pagotto

menina-rezando-pela-familiaOração pela família no Natal

Senhor, diante de teu presépio
venho pedir por minha família.
Abençoa as pessoas que amo
onde quer que estejam.
Que dentro de nosso lar habite
a confiança de tua mãe, Maria,
o zelo de teu pai, José,
e a inocência de teu rosto de criança.
Afugenta de nossa casa as dores,

lágrimas e angústias causadas por
tantos Herodes que lutam para
matar nossos sonhos de paz.
Concede-nos a saúde do corpo e
da alma, para que possamos cantar
teus louvores a cada dia deste novo ano.
Que nossas portas estejam sempre
abertas para ti, nas visitas que nos fazes
em tantos rostos sofridos.
Dá-nos a alegria de tua presença em
nosso lar: o maior de todos os presentes possíveis.
Abençoa minha família neste Natal, Senhor.

Amém.

Mensagens de Natal da Pastoral da Criança

 

Irma-vera“A cada ano, o Natal nos comove e nos inspira a transmitir uma mensagem de amor e paz a todos que nos cercam, mas agora precisamos ir adiante, não bastam só intenções, não bastam só palavras. As notícias que o mundo nos traz, de tanta violência, tanta discriminação, tantos conflitos familiares, nos pede decisão e gestos concretos. O que você e eu podemos fazer para que o mundo e as famílias tenham um pouco mais de paz em suas vidas? Com certeza cada pessoa dentro do seu ambiente, da sua realidade, da sua casa pode fazer algo. Cuidar com amor e atenção das crianças, respeitar os idosos, ajudar os mais necessitados, participar do voluntariado, das atividades de promoção humana e colaborar na evangelização. Um santo e feliz Natal para você e todos aqueles que partilharam de sua vida durante todo este ano."

Irmã Vera Lúcia Altoé, Coordenadora Nacional da Pastoral da Criança

 

"Vejo o Natal como aquele momento de esperança e de alegria, porque surge dentro dos nossos corações o verdadeiro Jesus Cristo e isso transforma a nossa vida. O menino Jesus que nasce para nos dar esperança e amor. Tempo de festa e de alegria, porque nasce Jesus para as famílias.

O que ocorre hoje é transformar o Natal em um modo comercial, mas a igreja é bem clara, o Natal é tempo da presença de Jesus no meio do povo, no meio daqueles que sofrem, daqueles que são excluídos, e cabe a nós levarmos esse Jesus para as pessoas: o Jesus menino que nasceu, que transforma e que nos dá esperança”.

Padre Luciano Aguiar, assessor da Pastoral da Criança da Diocese de Floresta, Pernambuco.

 

“O melhor presente que podemos dar no Natal é o Cristo. Oferecer o Cristo para as pessoas, de modo particular para as nossas crianças, para que elas não tenham em mente o Natal de consumismo, mas tenham o Natal cristão, um Natal que possa construir as famílias.

Faça de seu Natal não somente festas em si, mas um Natal da união, do amor e do perdão. Um momento de nascer, em que você possa ser um homem novo, uma mulher nova e um jovem novo. Que a criança possa nascer a cada dia como diz a Sagrada Escritura: 'quem não for como uma criança, não pode entrar no reino do céu' , porque a criança não guarda no seu coração o rancor ou o ódio.  Espero que todos possam realmente ter essa pureza, uma pureza que possa abraçar, que viva a palavra 'eu vim para que todos tenham vida, e tenham vida em abundância'".

Padre Reginaldo Luís Soares, assessor da Pastoral da Criança, da Diocese de Palmeira dos Índios, Alagoas

 

“A própria família é um grande símbolo do nascimento de Jesus, a gente sabe, Jesus viveu em uma família, Maria, José e ele formaram uma família. A família hoje pode ser também a Sagrada Família, colocando em prática suas orações. Os pais podem valorizar o nascimento de Jesus com a leitura da Bíblia. Existem muitos livrinhos de história que contam um pouco da história do nascimento de Jesus, um pouco da história de Maria e de José, para fazer com que a criança entenda, que existiu uma criança, que nasceu no meio de uma família pobre e depois se tornou essa pessoa, que veio anunciar o reino de Deus, o reino de vida, de amor, de perdão e de justiça, que viveu praticamente na pobreza e trouxe esse grande ensinamento para nós da partilha, do perdão e do amor.”

O Natal é o nascimento de Jesus. Não podemos nos esquecer disso, apesar de ter se tornado algo comercial. Nós, cristãos e cristãs, não podemos nos esquecer que o Natal é o nascimento de Jesus e devemos valorizar esse momento com nossas orações e com as reuniões de família para comemorar o nascimento de Jesus. Quem é o festejado? É Jesus. Então é Ele que precisa ser festejado.

Que o Natal possa trazer alegria, esperança, muita paz para todos nós e que nosso coração seja transformado em manjedoura para acolher Jesus.”

Padre Paulo Cesar da Silva, assessor da Pastoral da Criança, da Diocese de Colatina, Espírito Santo

 

“É Natal e não há festa que encha tanto de alegria o coração humano do que essa festa, porque no Natal nós celebramos o nascimento de Jesus. É a manifestação maior do amor de Deus que se faz homem como nós para nos redimir e nos resgatar. Ele assume a nossa condição humana, aquele que nasce em Belém, abre seus olhos e dá o seu primeiro sorriso; é Deus feito homem. Esse é o mistério que nós celebramos. Por isso é importante essa atitude de acolhida, de quem contempla no silêncio o mistério, de quem se dispõe a deixar que Deus continue a se fazer presente no meio da humanidade e no coração de cada um de nós. De coração, desejo a cada um de vocês e, sobretudo, aos voluntários e voluntárias, que através de seu gesto bondoso, tornam o rosto de Deus presente no meio dos homens, um feliz e um Santo Natal.”

Padre Ângelo Carlesso

 

Como a Pastoral da Criança faz

A Pastoral da Criança, em seu jornal mensal, incentiva que as celebrações da vida do mês de dezembro, não sejam apenas festas com presentes e comidas, e que o ponto alto da celebração não seja a chegada do Papai Noel. Desde 2011 o jornal traz atividades sobre o Natal para que os líderes e famílias façam com as crianças. Em 2011, foi publicada uma página especial contando a história e o significado dos principais símbolos natalinos. No jornal de 2012, as crianças foram convidadas a montar e pintar um presépio e a refletirem sobre o significado do Natal. Para a edição de dezembro de 2013, as crianças terão a oportunidade de brincar com um quebra cabeça que retrata a Sagrada Família.

Natal 2011 natal 2012 Natal 2013
Atividade 2011 pdf  Atividade 2012 pdf  Atividade 2013 pdf

 

celeracao de natal no rio de janeiro - oesteSetor Oeste do Rio de Janeiro promove Celebração de Natal

As crianças acompanhadas pela Pastoral da Criança do ramo São Brás, Rio de Janeiro (RJ), puderam vivenciar um momento especial na Celebração da Vida de dezembro de 2012. Com a ajuda da catequista Eucenir e sua equipe, as crianças conheceram um pouco mais sobre o significado do Natal, o exemplo de Maria, mãe de Jesus, e a missão da Pastoral da Criança. A coordenadora do ramo ressaltou a missão da Pastoral da Criança, que deve estar presente em todos os momentos das atividades que a Pastoral da Criança realiza, “estamos cada vez mais conscientes de que além de visitar as famílias, nosso trabalho também é evangelizar”.

Mais notícias do estado do Rio de Janeiro