1420 natal entrevista

Foto: Torange.biz

O Natal  traz um espírito de muita festa e harmonia. É uma época em que as famílias se reúnem e as crianças se animam com os presentes. Mas, você sabe o verdadeiro sentido da festa de Natal? É o período em que celebramos o nascimento de nosso Senhor Jesus. Para falar mais sobre a importância desta data, convidamos o Padre Ângelo Carlesso, responsável pela Paróquia São Carlos Borromeu em Curitiba-PR:

Estamos celebrando a festa de Natal. Padre Ângelo, como começou a celebração do Natal?

Começou no início da  história da humanidade, quando o homem, pelo orgulho e pela auto suficiência, se rebelou contra Deus, e Deus fez uma promessa: um descendente da mulher haveria de vencer o pecado que destrói e desagrega para que, na plenitude do  tempo, ele possa enviar seu filho. Uma jovenzinha, Maria, aceitou o projeto de Deus e disse: Faça-se em mim conforme a tua vontade" acolhendo o mistério de Deus no seu ventre e gerando, para o mundo, o filho de Deus. Natal é o nascimento desse filho, Jesus, e é uma grande bênção que Deus oferece para toda a humanidade.

Sabemos, Padre Ângelo, que o Natal desperta vários sentimentos. Muitas pessoas ficam emocionadas e comovidas, especialmente diante do presépio ou da lapinha. O que o presépio simboliza hoje?

A armação do presépio começou com São Francisco de Assis, que quis representar o nascimento de Jesus. E não devemos enriquecer muito os  presépios, mas fazer de modo simples, porque foi simples o modo como Jesus nasceu. É importante não colocar o menino antes dele nascer, devemos armar o presépio e deixar a manjedoura vazia, para que até os pequeninos perguntem: por que que o menininho não está ali? É porque ele não nasceu ainda, é tempo de espera, é tempo de aguardo, para que quando ele completar seu tempo de Natal, ele venha preencher de luz e de alegria toda casa, toda comunidade, toda igreja.

E quais são os principais símbolos do Natal, Padre Ângelo?

Normalmente nós utilizamos como símbolos do Natal o presépio, a árvore de natal, a  guirlanda, a estrela que apareceu para os magos, a luz, porque o menino que nasce é a luz do mundo .

O Evangelho diz que não havia lugar para Jesus nascer. Padre Ângelo, por que não havia lugar?  E hoje, há lugar pra ele?

O evangelista Lucas relata que, por causa de um decreto do Imperador Romano, cada um deveria registrar-se na sua cidade de origem e, como José era de Belém, José e Maria foram à Belém para se registrar. Lá não  encontraram lugar na casa dos homens. Por isso, José e Maria vão até uma gruta e ali se completou o tempo de Maria dar à luz, assim nascendo o menino Jesus. Não havia lugar para eles, não há lugar ainda hoje para Deus, porque Deus se faz presente através dos pequeninos e cada um tem luz acesa no seu coração. Que cada pessoa tenha essa luz e diga a José a Maria: Podem entrar, vocês tem lugar na minha vida, Deus pode nascer porque eu quero acolher cada irmão e cada irmã.

Leia a entrevista na íntegra: 1420 - Natal (.PDF)

Esta entrevista é parte do Programa de Rádio Viva a Vida da Pastoral da Criança.
Ouça o programa de 15 minutos na íntegra

1420 - Natal - 17/12/2018