feliz dia dos pais

Foto: Anissa Thompson

Quem não conhece a expressão: "Deus é pai!"? Se Deus é o que de maior conhecemos, e é pai, então, por analogia, podemos concluir quão grande é a figura do pai em nossa vida. O ser pai, historicamente, passou e passa ainda por diversas fases, que se misturam de acordo com a realidade, cultura e contexto. Pai autoritário, pai democrático, pai companheiro, pai ausente, pai presente... mas sempre pai. Reconhecido ou não, desconhecido até, mas o fato é que todos temos um pai. E o papel desse pai vai ganhando, a cada dia, novos desafios, mas a tendência atual é a de que os pais estão participando sempre mais na vida de seus filhos, palpitando, ajudando, acompanhando e interagindo. Isso é fundamental para o desenvolvimento infantil: pais que marcam presença e que assumem com determinação essa verdadeira missão que é ser pai.

Dia dos Pais, além do comércio e sentimentalismo

Comemorar o Dia dos Pais não é só aquecer o comércio com a compra de presentes, nem cair em um sentimentalismo criado pela sociedade de que nesse dia é preciso "abraçar" e festejar os pais. Pode ser isso também, mas deveria ser, sobretudo, uma ocasião propícia para trazer na discussão a seguinte questão: como estamos colaborando, enquando família, comunidade, sociedade, para que os pais possam exercer seu protagonismo e desempenhar com segurança, autonomia e condições favoráveis as tarefas que competem a eles?

Como a Pastoral da Criança faz: Pai presente: um exemplo de amor e dedicação à família

Não basta só cobrar ou exigir que o pai seja de acordo com as expectativas dos demais. É preciso também oferecer a esse pai a oportunidade de se preparar, fornecendo informações, apoio, acolhida e espaço para que ele possa se expressar. Com isso, todos ganham, especialmente a família, que se fortalece e proporciona às crianças um ambiente para crescer com mais harmonia e paz.

Saiba mais: como surgiu o Dia dos Pais.

foto terapeuta sonia

 Sonia Mendes - terapeuta familiar

"Vocês, pais, são muito importantes no desenvolvimento e na personalidade dos seus filhos", diz Sonia Mendes.

Que tal aproveitarmos a proximidade da data comemorativa para refletir sobre o que é ser pai e qual é a sua missão? Sobre a importância do pai na família, confira a entrevista com a terapeuta familiar Sonia Mendes.

Sonia, o pai de hoje é muito diferente do pai de antigamente, não é?

Eu acho que sim, inclusive porque o mundo vai sofrendo transformações, as coisas vão acontecendo e as famílias precisam se adaptar. Consequentemente, os pais também vão se adaptando. No passado, o pai era o provedor, era “o cabeça” da família, aquele pai mais austero. Quando ele ia chegar em casa, a família toda tinha que ficar quieta. Hoje não, hoje pede-se um pai mais participativo. Então, eu acho que é consequência dessas mudanças do mundo. 

E por que se diz que o pai deve ser muito mais presença do que presente?

O pai, com o presente, não substitui a presença. Muitas vezes, os pais se sentem culpados por não estarem dando atenção, ou porque não participam da educação, não participam do convívio, não sentam na mesa para comer com os filhos, pra conversar. Eles trazem presentes para os filhos ficarem alegres. Mas, na verdade, o que o filho realmente quer, do fundo do coração, é a presença do pai. É o contato, é sentar para uma brincadeira, jogar uma bola, ler um livrinho. Então, o pai com presente não substitui a presença. 

Hoje, algumas crianças têm dois pais, e outras vezes um padastro. Como se dá essa convivência?

Primeiro, antes de mais nada, o pai biológico é o pai biológico. Hoje em dia, há muitos casais separados, então, muitas vezes, os filhos convivem com o padastro. O padastro também pode exercer alguma função paterna, o limite, prover algumas coisas. Mas esse contato com o pai biológico deve também ser um contato afetivo e de preferência evitar um conflito. A criança, quando está com o padrasto, vai seguir as regras daquela família. Quando ela está com o pai, ela vai vivenciar de acordo com a casa do pai, no convívio com o pai.

Confira a entrevista na íntegra: 1192 - Entrevista com Sonia Mendes - Dia dos Pais (.PDF)

Leia também:
O papel do pai no desenvolvimento da criança
A paternidade ao longo da história
Pai presente: um exemplo de amor e dedicação à família

Esta entrevista é parte do Programa de Rádio Viva a Vida da Pastoral da Criança.
Ouça o programa de 15 minutos na íntegra

1192 - 04/08/2014 - Dia dos pais

Sul
 
Norte