Campanhas desenvolvidas pela Pastoral da Criança

A Pastoral da Criança desenvolve campanhas e colabora com as campanhas de outras instituições para melhorar a qualidade de vida das crianças, gestantes e famílias. Conheça algumas das campanhas. Os materiais de cada campanha pode ser encontrado na página da Pastoral da Criança na Internet (www.pastoraldacrianca.org.br) ou solicitado à Coordenação Nacional.

1- Campanha Dormir de Barriga para Cima é mais Seguro

Estudos mostram que o simples fato de colocar o bebê em posição correta para dormir pode reduzir em até 70% o risco de morte súbita. A Pastoral da Criança desde 2009 desenvolve esta campanha de orientação e educação.

Saiba mais: https://www.pastoraldacrianca.org.br/bebe-de-barriga-para-cima

2- Campanha 20 de Novembro - Oração e Ação para as Crianças

A Pastoral da Criança participa dos esforços globais para a atenção e proteção a crianças e adolescentes, em colaboração com a Rede Mundial de Religiões pela Criança (GNRC).

Essa campanha é realizada nos municípios na semana do dia 20 de novembro e deve contemplar ações de oração e ação pelas crianças com o envolvimento das diferentes tradições religiosas da cidade. O material da campanha está na pagina da Pastoral da Criança na Internet ou ser solicitado à Coordenação Nacional.

Saiba mais: https://www.pastoraldacrianca.org.br/dia-mundial-de-oracao-e-acao-pela-crianca

3- Campanha 15 de outubro - Dia Mundial de Lavar as Mãos

Lavar as mãos com água e sabão ajuda a manter a higiene e prevenir doenças como: gripes e resfriados, pneumonias, conjuntivite e diarreias. A Pastoral da Criança apoia esta campanha mundial que incentiva as ações de higiene e o hábito de lavar as mãos. O material da campanha pode ser encontrado na pagina da Pastoral da Criança na Internet.

Saiba mais: https://www.pastoraldacrianca.org.br/lavar-as-maos

4- Campanha do Soro Caseiro

Os líderes da Pastoral da Criança orientam e acompanham os pais sobre o preparo e uso do soro caseiro. Ele previne a desidratação das crianças com diarreia. O soro caseiro é feito com água, sal e açúcar. Para evitar erros nas quantidades, a Pastoral da Criança utiliza uma colher-medida para prepará-lo. Além de ensinar os pais a fazer o soro caseiro, é preciso orientá-los também a oferecer o soro sempre e em pequena quantidade para a criança com diarreia, observando sinais de melhora.

 Saiba mais: https://www.pastoraldacrianca.org.br/soro-caseiro

5- Toda a gestação dura Mil dias

Pesquisadores como David Barker demonstraram que o que acontece nos primeiros 1.000 dias de vida (270 dias de gestação + 365 dias do 1º ano de vida + 365 dias do segundo ano de vida = 1000 dias) pode afetar nossa saúde durante toda vida.

Saiba mais: https://www.pastoraldacrianca.org.br/1000-dias/campanha 

6- Campanha da Primeira dose do Antibiótico

Os antibióticos começam a matar as bactérias ao iniciar o tratamento. Mas o efeito do antibiótico, e a diminuição da infecção, normalmente acontece após 24 horas. As bactérias tem um grande poder de se reproduzir, em geral em se multiplicam a cada 20 minutos. Por isso, quanto mais cedo começar o tratamento, melhor. Para que as bactérias não fiquem resistentes, a pessoa deve seguir os horários, a dosagem e o tempo completo de tratamento. Caso uma criança não receba o tratamento certo e a tempo, pode necessitar internamento hospitalar ou mesmo morrer. O acesso imediato do antibiótico é recomendação da Organização Mundial de Saúde e do Ministério da Saúde, por meio do AIDPI - Atenção Integrada às Doenças Prevalentes na Infância.

Em muitos municípios, a mãe recebe o medicamento na Unidade Básicas de Saúde, depois da consulta, e só oferece a primeira dose para criança ao chegar em casa, horas mais tarde, ainda mais se precisar ferver a água e esperar que esfrie antes de diluir o medicamento. Em outras situações precisa buscar os medicamentos da receita em uma Unidade Central de Medicamentos, desperdiçando horas de tratamento que podem significar um internamento hospitalar e, o que é pior, uma morte evitável.

Saiba mais: https://www.pastoraldacrianca.org.br/campanha-antibiotico

Você está aqui:
Você está aqui: