cpf acompanhamento nutricional

Foto: Marcello Caldin

Você já ouviu falar do índice de massa corporal (IMC)? É um indicador que relaciona peso, altura e idade, para avaliar o estado nutricional de cada pessoa. E também um aliado de líderes da Pastoral da Criança em 1.182 comunidades (incluindo até experiências na Guatemala e em Guiné-Bissau).

Desde 2010, a equipe técnica da coordenação nacional vem trabalhando na atualização da metodologia de acompanhamento nutricional das crianças, para identificação mais precisa de casos de desnutrição, sobrepeso ou obesidade. Para isso, capacitou voluntários, desenvolveu um projeto-piloto e, aos poucos, está implementando a ação chamada de Acompanhamento Nutricional em mais lugares, com base no conteúdo do novo Guia do Líder.

Experiência em Macapá, Amapá

Uma das cidades que já tem comunidades utilizando esta nova metodologia é Macapá, capital do Amapá. Líderes de seis comunidades – ligadas às paróquias Jesus Bom Samaritano e Nossa Senhora do Rosário – já realizam a medida da altura junto com o peso. Juntas, somam um total de 108 crianças acompanhadas. Destas, 86,1% estão no padrão, 7,4% com sobrepeso, 3,7% com obesidade e 2,8% desnutridas.

“A experiência nutricional aqui em Amapá está sendo muito boa. Faz parte da prevenção da obesidade infantil, hoje um dos maiores problemas na saúde pública, que atinge todas as classes sociais”, analisa Léa Chaves Lobato, coordenadora estadual da Pastoral da Criança. Ela acredita que, através deste trabalho voluntário, cada família tem mais oportunidades para saber como está o crescimento do seu bebê, com informações completas sobre o desenvolvimento integral.

O início do Acompanhamento Nutricional na cidade foi registrado em matéria do Portal G1. Em maio de 2015, a ação realizada em Macapá pesou, mediu e orientou as famílias de cerca de 100 crianças e novamente foi destaque na imprensa.

Dra. Zilda

“Que Deus faça aparecerem muitos anjos, pois a construção de uma comunidade justa e fraterna precisa de líderes comunitários, de coordenadores comprometidos e de equipes de apoio, de parceiros da sociedade e do governo, fundamentais na construção da paz”.

Papa Francisco

“Cada cristão e cada comunidade é missionária na medida em que transmite e vive o Evangelho e testemunha o amor de Deus por todos, especialmente por quem se encontra em dificuldade. Sede missionários do amor e da ternura de Deus”.

Com divulgação das ações, é possível conquistar mais parceiros!

Além das capacitações e da participação das famílias, a coordenadora Léa destaca a importância de divulgar as ações da Pastoral da Criança para conquistar mais apoiadores. O Acompanhamento Nutricional, por exemplo, vem crescendo ainda mais por causa de um compromisso compartilhado com profissionais de saúde da cidade.

“Quando eu fui implantar o Acompanhamento Nutricional em Macapá, realizamos uma conversa com a Secretaria de Saúde e a equipe de atenção à saúde da criança. Eles acharam muito boa a iniciativa e ficou combinado de que seria realizada uma parceria”, recorda a nutricionista Marcia Moscatelli de Almeida, que há dois anos foi a responsável por levar o Acompanhamento Nutricional para a cidade e capacitar os líderes que tocam a ação até hoje.

“Conseguimos fortalecer esta parceria também através dos meios de comunicação. Participamos de programa de televisão e de rádio locais”, explica Léa. E essa divulgação ajudou no maior envolvimento da Secretaria de Saúde. De lá para cá, os dias em que são registrados os pesos e as medidas das crianças contam com o apoio de uma equipe multiprofissional do Programa Saúde da Família (PSF) – que também aproveita o momento para realizar outros tipos de atendimentos para a comunidade.

Assim, nutricionistas e outros técnicos da unidade básica de saúde (UBS) mais próxima das comunidades passaram a participar da Celebração da Vida e ajudar na orientação dos pais e na articulação para o encaminhamento das crianças que precisam de consulta. “Em contrapartida, oferecemos o programa para cálculo do IMC para ser usado gratuitamente por eles na UBS. A vantagem é que teriam todos os dados da Pastoral já cadastrados”, explica a nutricionista Marcia, da coordenação nacional da Pastoral da Criança.

Como as crianças que não são acompanhadas pela Pastoral da Criança podem participar?

Mesmo não sendo de família acompanhada diretamente pela Pastoral da Criança nas comunidades, qualquer pessoa com acesso à internet pode cadastrar dados de uma criança, para consultar seu estado nutricional e receber mais informações. Basta acessar essa ferramenta online, no site da Pastoral da Criança.

Expansão do Acompanhamento Nutricional

De acordo com os dados do novo Sistema de Informação da Pastoral da Criança, atualmente, 8.705 crianças estão sendo acompanhadas neste método. O Paraná é o estado com o maior número de cadastros (2.044), pois os trabalhos começaram primeiro em duas dioceses (Cascavel e Maringá).

Somando todas que já participaram do cálculo de IMC desde o início da ação até o primeiro trimestre de 2015, esse número já ultrapassa 60 mil crianças. Mas para continuar a crescer, o indicador também depende da compra de mais estadiômetros e balanças, que fazem parte do material necessário para que cada equipe local registre as medidas das crianças que acompanha. Quem quiser ajudar na aquisição destes equipamentos pode entrar em contato com a coordenação nacional.

Mais recentes - Missão