dra zilda 51 595Desde o final de dezembro, as comunidades onde a Pastoral da Criança atua estão recebendo parte do material de 2015: os tradicionais calendários que irão pautar as ações pessoais e da Pastoral da Criança ao longo do novo ciclo que se inicia. Este ano, tanto nos calendários de mesa como nos calendários grandes, estão com um diferencial. Aliás, um não, mas cinco: em 2015, as pessoas e as comunidades poderão anotar seus cinco compromissos para melhorar a infância e fortalecer a missão da Pastoral da Criança durante os próximos 12 meses.

O compromisso da Dra. Zilda

A fundadora da Pastoral da Criança sonhou, quando adolescente, em ser missionária. Por isso, foi cursar Medicina, para cuidar dos que mais necessitavam. Doou sua vida por este ideal. Na última gravação antes da viagem para o Haiti, Dra. Zilda registrou um depoimento em que afirmou que "O mundo não será melhor se ficar mais rico, mas se todas as pessoas cresceram em igualdade", mesma frase colocada no calendário para para servir de exemplo e lembrar a dedicação dela com o próximo, em especial, com as crianças.

Compromisso coletivo e individual

Dra. Zilda

"Que Deus abençoe você, sua família, sua comunidade. E derrame sobre você a força e a graça para perseverar na mais bela das missões, cuidar da vida plena para todos".

Papa Francisco

"Neste Ano, será oportuno que cada família carismática recorde os seus inícios e o seu desenvolvimento histórico, para agradecer a Deus que deste modo ofereceu à Igreja tantos dons que a tornam bela e habilitada para toda a boa obra (cf. Lumen gentium, 12)".

No calendário pequeno, cada pessoa poderá fazer as suas anotações pessoais. No calendário grande, toda a comunidade deve pensar junta quais serão os cinco compromissos que irão assumir ao longo dos próximos cinco anos pela infância. A intenção é que diariamente as pessoas lembrem como se comprometeram e façam o possível para cumprir o prometido.

Entre os planos para serem realizados em 2015, coloque os compromissos com a infância. Quais são os seus? Procure com a Pastoral da Criança de sua paróquia o calendário e se comprometa também com a infância. Faça a diferença começando por sua comunidade.

Calendário pequeno (pdf)

 

Leia também