direitos da gestante

Foto: Domínio público

A doação de órgãos é um assunto que é preciso discutir tanto na área da saúde quanto com as famílias e a sociedade. Perder um ente querido nunca é um momento fácil, mas é possível salvar vidas com a doação de órgãos. Basta que, em vida, a família esteja ciente de que a pessoa deseja ser doadora de órgãos. Existem pré-requisitos para a doação de órgãos e o caso é minuciosamente analisado por uma equipe profissional e capacitada. Para falar sobre isso, convidamos Dra. Arlene Badoch, Médica Coordenadora de Transplantes de Órgãos e Tecidos do Paraná.

O que é necessário para doar órgãos ou tecidos?

Quem doa é a família, são eles quem decidem e autorizam a doação, por isso que não se deixa nada por escrito e o importante é que você fale junto à sua família que é um doador de órgãos. Quem vai tomar essa decisão no final é a família, mas ela é mais fácil quando se tem clareza da vontade da pessoa.

Viva a VidaPrograma de rádio Viva a Vida
1470 - 21/11/2019 - Doação de órgãos e tecidos

Esta entrevista é parte do Programa de Rádio Viva a Vida da Pastoral da Criança.
Ouça o programa de 15 minutos na íntegra

Quem pode e não pode ser doador?

Dependendo do tipo de órgão, tem um limite pela idade e por doenças infecciosas. Por exemplo, um paciente aidético não pode ser doador, uma pessoa acima de 60 anos não pode doar um coração, mas pode doar fígado e rins. Cada situação é analisada individualmente.

Como fica o corpo após a retirada dos órgãos? 

O corpo é totalmente reconstruído. Quem não sabe que houve doação, não vai perceber nada e o velório pode ser com caixão aberto. A captação de órgãos é como se fosse uma cirurgia. 

regina-reinaldin-enfermeira-da-pastoral-da-crianca

Dra. Arlene Badoch 

Quais são os critérios para distribuir esses órgãos e tecidos?

São vários os critérios. Tipo sanguíneo, principalmente; peso, altura, e cada órgão tem um critério específico de acordo com a lei.

Um doador pode salvar até quantas pessoas?

Um doador pode salvar em torno de 8 pessoas quando se fala em órgãos, fora pele para queimados, ossos para quem tem câncer de ossos, incluindo crianças.

 

Leia a entrevista na íntegra: 1470 - Doação de órgãos e tecidos (.PDF)