ano novo 2

Foto: Ariene Rodrigues

A passagem de ano é cheia de ritos e crenças: usar roupa branca, pular as sete ondas e comer lentilhas são algumas das mais tradicionais superstições para entrar no Ano Novo com o pé direito, como se diz por aí. Mas, tirando as superstições, o fato é que o início de um novo ano é um momento propício para refletir sobre como estamos vivendo e o que desejamos para o próximo período.

Na Pastoral da Criança, também é tempo de fazer um balanço das atividades desenvolvidas em 2015 e planejar o trabalho para 2016, com a inspiração da renovação das energias desta passagem de ano. A seguir, Ir. Vera Lúcia Altoé, coordenadora nacional da Pastoral da Criança, fala mais sobre este momento de festa e reflexão.

Viva a VidaPrograma de rádio Viva a Vida
1265 - 28/12/2015 - Ano Novo


Esta entrevista é parte do Programa de Rádio Viva a Vida da Pastoral da Criança.
Ouça o programa de 15 minutos na íntegra

Sul

Norte

Todo Ano Novo começa com previsões: umas pessimistas e outras cheias de sonhos e esperanças. De que forma a Pastoral da Criança começa o Ano Novo?

A Pastoral da Criança começa o Ano Novo cheia de esperanças e projetos. Nós encaramos o futuro com suas dificuldades e desafios, mas também com novas perspectivas do que ele pode trazer. Pastoral da Criança é vida, é luz, é esperança. Por isso, estamos sempre esperando e acreditando no futuro melhor.

Quais são as principais metas para o futuro da Pastoral da Criança?

Nós queremos ampliar o Acompanhamento Nutricional, para que todas as famílias saibam da importância de prevenir a obesidade e ter uma alimentação saudável. Queremos, também, colaborar para que nossas gestantes conquistem o direito a um parto mais humanizado e de qualidade. Continuar a divulgar a campanha que orienta sobre os primeiros mil dias de vida e a importância dos cuidados para que a criança cresça saudável e feliz. E, também, vamos colaborar muito na Campanha da Fraternidade Ecumênica 2016, que quer ajudar a construir um ambiente saudável para todos, como nos pede o Papa Francisco.

vera

 Ir. Vera Lúcia Altoé

Os novos objetivos da ONU, que falam sobre desenvolvimento sustentável, têm aspectos muito próximos às ações da Pastoral da Criança. Como os líderes podem atuar para tornar esses objetivos uma realidade concreta?

Os líderes da Pastoral da Criança, em sua missão de fé e vida, já realizam muito em prol da melhoria da qualidade de vida nas famílias e comunidades. O importante é unir esforços: governos, igrejas e sociedade civil organizada, para defender e fazer valer os direitos que gestantes, crianças e famílias têm, para que aquilo que é lei possa virar realidade concreta na vida das pessoas.

Saiba mais:
Ano Novo: Ano da Paz e da Misericórdia
Ano Novo, esperança renovada

Qual seria sua mensagem de Ano Novo?

Quero desejar a todos um feliz e abençoado Ano Novo. Um ano de paz, de amor e de muitas conquistas. E, se você está pensando em participar da Pastoral da Criança, não perca tempo: venha logo! Muitas gestantes e crianças esperam por você. Feliz 2016!

Leia a entrevista na íntegra: 1265 - Entrevista com Irmã Vera Lúcia Altoé - Ano Novo (.PDF)

Mais recentes - Missão