Em 2015, acontecem as etapas da 15ª Conferência Nacional de Saúde – evento realizado a cada quatro anos com o objetivo de elaborar propostas para melhorar o serviço de saúde no Brasil. Dessa vez, o tema central é ”Saúde Pública de Qualidade para Cuidar Bem das Pessoas: Direito do Povo Brasileiro”.

As etapas municipais da 15ª Conferência Nacional de Saúde serão realizadas no período de 9 de abril a 15 de julho de 2015. As etapas estaduais acontecem no período de 16 de julho a 30 de setembro de 2015. A Conferência é um momento oportuno para a sociedade e a Igreja enfrentarem as principais causas de morte e adoecimento das  pessoas, e melhorar a qualidade dos serviços no SUS. A participação nas etapas estaduais e nacional da Conferência depende da escolha dos delegados na etapa municipal.

 

No caso da Pastoral da Criança, é o momento de participar com mais intensidade de mobilizações no município para definir estratégias concretas de superação dos desafios que envolvem a violação dos direitos na infância. Os articuladores da Pastoral da Criança junto aos conselhos de saúde e coordenadores da Pastoral da Criança são as pessoas de referência para liderar a participação da Pastoral da Criança na conferência municipal.

O primeiro trimestre de 2015 é o tempo oportuno para serem realizados eventos nas paróquias, com participação das pastorais, catequese, grupos de jovens e outras instâncias da Igreja para definir uma estratégia de participação conjunta nas etapas municipais da 15ª Conferência Nacional de Saúde. Além da Conferência, é preciso participar ao longo do ano das reuniões do conselho de saúde.

Uma contribuição estratégica para a 15ª Conferência Nacional de Saúde é promover jornadas municipais com a participação dos conselhos de saúde, governos, famílias e jovens no enfrentamento desta situação. As jornadas podem contemplar campanhas educativas, encontros culturais, esportivos e recreativos com o temário da conferência e sua relação com a prevenção da violação dos direitos das crianças. Sugerimos as seguintes questões para debate nas mobilizações:

 jornal 219 cidadania

Líder, esperamos a sua contribuição para fazer desta conferência um marco na conquista de mais qualidade de vida para nossas crianças.

Clóvis Boufleur
Gestor de Relações Institucionais da Pastoral da Criança

Mais recentes - Missão