crianca sorrindoAjudar a desenvolver uma cultura de paz entre as pessoas sempre foi uma preocupação para as igrejas, instituições e comunidades. A Pastoral da Criança dedica atenção constante a esse tema, para que a criança encontre as condições necessárias para se desenvolver. A partir da Campanha da Paz, em 1999, a “Educação para Paz” ganhou destaque, reforçando a importância das relações humanas na família. Desde então, os 10 mandamentos da paz na família faz parte das ações da Pastoral da Criança, além de ser um material que toda família recebe quando o líder faz a visita domiciliar. Agora, o Papa Francisco divulga os 10 conselhos para ser feliz, que vêm reforçar o que a Pastoral já orienta há muito tempo. Vamos vivenciar estes conselhos, pois todos merecemos a felicidade.

1) Viva e deixe viver

Em Roma as pessoas usam uma expressão similar que diz: “Siga adiante e deixe que os outros sigam também”. Viver e deixar viver é o primeiro passo para a paz e a felicidade.

2) Doe-se aos outros

"Se uma pessoa não se abre com os outros, ela corre o risco de ser egoísta. E a água represada é a primeira a se tornar pútrida".

3) Seja tranquilo

Citando o livro “Don Segundo Sombra”, de Ricardo Guiraldes, o pontífice fala sobre a tranquilidade. "Há uma passagem muito bonita, sobre alguém que revê a sua vida. O protagonista diz que, quando jovem, era um córrego pedregoso, enquanto na fase adulta assemelhava-se a um rio que seguia em frente. Na velhice, ele se sentia em movimento, mas muito lentamente, como um remanso. Eu utilizaria essa imagem do poeta Ricardo Guiraldes, esse último adjetivo, remansado. A capacidade de se mover com benevolência e humildade, na calmaria da vida. Os anciãos têm essa sabedoria, são a memória de um povo. E um povo que não cuida de seus anciãos não tem futuro".

4) Brinque com as crianças

"O consumismo nos levou a essa ansiedade de perder a saudável cultura do ócio, de ler, de desfrutar da arte. Agora eu ouço poucas confissões, mas em Buenos Aires eu ouvia as confissões de muitas pessoas. E quando vinha até mim uma mãe jovem eu perguntava: "Quantos filhos você tem? Você brinca com seus filhos?". Era uma pergunta que não se esperava, mas eu dizia que brincar com os filhos é a chave, é um hábito sadio. É difícil, os pais saem para trabalhar cedo e, às vezes, voltam quando os filhos estão dormindo. É difícil, mas é algo necessário".

5) Compartilhe os domingos com a família

"Outro dia, em Campobasso (cidade italiana), fui a uma reunião entre o mundo universitário e o mundo operário. Todos pediam para não haver trabalho aos domingos. O domingo é para a família".

6) Ajude os jovens a conseguir emprego

"Se faltam oportunidades, eles caem nas drogas. E o índice de suicídio entre os jovens desempregados está muito alto", observou o papa Francisco. "Não é suficiente dar comida a eles, é preciso inventar cursos de um ano de encanador, eletricista, costureiro. Você obtém dignidade quando consegue levar comida para dentro de casa".

7) Cuide da natureza

"É preciso cuidar da criação, e não estamos fazendo isso. É um dos nossos maiores desafios".

8) Seja positivo

"A necessidade de falar mal de outra pessoa indica uma baixa autoestima. É o mesmo que dizer: 'Eu me sinto tão para baixo que, em vez de tentar subir, rebaixo o próximo'. Esquecer rapidamente do que é negativo é algo saudável".

9) Respeite quem pensa diferente

"Nós podemos inquietar o outro a partir de testemunhos, assim crescemos juntos ao nos comunicar. Mas a pior coisa é o proselitismo religioso, que paralisa: ‘Eu falo com você para convertê-lo’. Não. Cada um dialoga a partir de sua identidade. A igreja cresce por meio da atração, não do proselitismo".

10) Trabalhe pela paz

"Estamos vivendo uma época com muitas guerras (...) A guerra destrói. É preciso gritar o clamor pela paz. A paz, às vezes, passa a ideia de quietude, mas ela nunca é silenciosa, é sempre uma paz ativa".

Foto: Jeff Osborn

 

Mais recentes - Missão