Em Maringá, o projeto é realizado com importante apoio de universitários e profissionais formados nas áreas de nutrição, educação física, psicologia e serviço social. A participação dos universitários da PUC e da Cesumar (Centro Universitário de Maringá) é informal (não há convênio ou parcerias oficiais com faculdades ou universidades) e alguns alunos, depois de formados, continuam participando das ações da Pastoral da Criança como voluntários.

Diversos alunos participaram da capacitação em novembro de 2010, com a presença de Nelson Arns Neumann, para a aplicação da nova metodologia de Acompanhamento (vigilância nutricional) das crianças acompanhadas. Os universitários participam do Dia da Celebração da Vida, levando seus computadores para registrar os dados referentes ao peso e altura de cada criança, gerando na hora o estado nutricional de cada criança, segundo programa de referência da OMS (Organização Mundial da Saúde). Esses dados são enviados para a Coordenação Nacional da Pastoral da Criança. Obtido o estado nutricional, os alunos do curso de Nutrição aproveitam esse momento para conversar e orientar as famílias sobre o desenvolvimento da criança.

Atualmente estão participando do projeto piloto quatro digitadores e oito nutricionistas. Alguns nutricionistas iniciaram o projeto como digitadores e após a formatura, continuam participando do projeto. Segundo a coordenadora do Setor, Leilane, a participação tanto dos alunos como dos profissionais traz mais segurança para as famílias, pois elas podem ter acesso às orientações específicas sobre o quadro nutricional de seus filhos. As líderes também gostam dessa participação, pois torna o momento da celebração da vida mais interessante.

 

Mais recentes - Missão