No mês de junho de 2011, visitando a comunidade de Sítio Alto em Simão Dias, diocese de Estância, para fazer uma sistematização com relação às Hortas Caseiras, a coordenadora estadual, irmã Fausta, ouviu uma história que a deixou emocionada. “

A coordenadora da comunidade chamou-me a parte e perguntou-me se eu via uma casa bem distante pintada de branco, respondi que sim. Ela começou a me dizer que atrás daquela casa tinha um espaço bem grande, cercado e que era chamado de cemitério das crianças , e que desde que a Pastoral da Criança chegou por lá e começou a atender aquela comunidade, inclusive com as capacitações em hortas caseiras e alimentação saudável, ali naquele cemitério nunca mais foi enterrada nenhuma criança”, conta irmã Fausta.

Mais recentes - Missão