A vida é o primeiro dom que recebemos de Deus. De uma simples semente, somos hoje homens e mulheres, crianças, jovens e adultos, com a missão de dar o verdadeiro sentido à nossa existência; pois "buscando o bem de nossos semelhantes, encontramos o nosso" - Platão.

 

 

O Salmo 99 nos aponta o caminho da felicidade: "Servi ao Senhor com alegria, ide a Ele cantando jubilosos". Só é feliz quem faz os outros felizes; pois o próximo é caminho para Deus.

Jesus, Mestre e Senhor, nos ensina que a grandeza da pessoa não está na aquisição de muitos bens, de posição social, mas na capacidade de servir ao próximo com alegria. Ao contar a parábola do bom samaritano, Ele nos faz forte apelo: "Vai e faze tu a mesma coisa" - Lc 10, 37.

A Pastoral da Criança, na sua generosidade diante do acompanhamento à gestante e ao bebê ainda no ventre materno, é um meio eficaz que corresponde ao desejo de Jesus: "Eu vim para que todos tenham vida e a tenham em abundância" - Jo 10, 10. A beleza da vida está no espírito de partilha e de doação, pois o critério do Reino de Deus não é o sucesso material, mas a caridade e a solidariedade. Ao lavar os pés dos discípulos, Jesus recomendou: "O que vos faço, fazei vós uns aos outros" - Jo 13, 14-15.

Somos obras primas das mãos de Deus, chamados para cuidar da vida em todas as suas circunstâncias. Na Pastoral da Criança, muitos milagres acontecem em favor da vida e poderão ser acrescentados à medida que ouvirmos e atendermos o apelo de Jesus: "Ide também vós trabalhar na minha vinha" - Mt 20, 4.
"Dai-lhes vós mesmos de comer" - Mc 6, 36-37. Por este premente apelo, Jesus quer comprometer-nos mais com a vida, na construção de uma nova humanidade, ancorada no serviço da caridade e da justiça social.

Para a abrangência de nossos trabalhos pastorais na dimensão da promoção humana são necessários mais empenho e muita confiança na promessa de Jesus: "Estou convosco!" Fala-se de um mundo ecologicamente sustentável, pois isso é possível à medida em que o meio ambiente for respeitado e a vida humana mais valorizada desde a sua concepção até o seu ocaso natural.

Parabéns a todos e todas que, por meio da Pastoral da Criança, avançam para as águas mais profundas do amor de Deus presente em todos, especialmente na criança e na mãe gestante.

Dom Manoel Reis de Faria
Arcebispo de Petrolina
Pernambuco

A Pastoral Da Criança: Semente de Esperança

A vida é o primeiro dom que recebemos de Deus. De uma simples semente, somos hoje homens e mulheres, crianças, jovens e adultos, com a missão de dar o verdadeiro sentido à nossa existência; pois “buscando o bem de nossos semelhantes, encontramos o nosso” - Platão.

O Salmo 99 nos aponta o caminho da felicidade: “Servi ao Senhor com alegria, ide a Ele cantando jubilosos”. Só é feliz quem faz os outros felizes; pois o próximo é caminho para Deus.

Jesus, Mestre e Senhor, nos ensina que a grandeza da pessoa não está na aquisição de muitos bens, de posição social, mas na capacidade de servir ao próximo com alegria. Ao contar a parábola do bom samaritano, Ele nos faz forte apelo: “Vai e faze tu a mesma coisa” - Lc 10, 37.

A Pastoral da Criança, na sua generosidade diante do acompanhamento à gestante e ao bebê ainda no ventre materno, é um meio eficaz que corresponde ao desejo de Jesus: “Eu vim para que todos tenham vida e a tenham em abundância” - Jo 10, 10. A beleza da vida está no espírito de partilha e de doação, pois o critério do Reino de Deus não é o sucesso material, mas a caridade e a solidariedade. Ao lavar os pés dos discípulos, Jesus recomendou: “O que vos faço, fazei vós uns aos outros” - Jo 13, 14-15.

Somos obras primas das mãos de Deus, chamados para cuidar da vida em todas as suas circunstâncias. Na Pastoral da Criança, muitos milagres acontecem em favor da vida e poderão ser acrescentados à medida que ouvirmos e atendermos o apelo de Jesus: “Ide também vós trabalhar na minha vinha” - Mt 20, 4.

Dai-lhes vós mesmos de comer” - Mc 6, 36-37. Por este premente apelo, Jesus quer comprometer-nos mais com a vida, na construção de uma nova humanidade, ancorada no serviço da caridade e da justiça social.

Para a abrangência de nossos trabalhos pastorais na dimensão da promoção humana são necessários mais empenho e muita confiança na promessa de Jesus: “Estou convosco!” Fala-se de um mundo ecologicamente sustentável, pois isso é possível à medida em que o meio ambiente for respeitado e a vida humana mais valorizada desde a sua concepção até o seu ocaso natural.

Parabéns a todos e todas que, por meio da Pastoral da Criança, avançam para as águas mais profundas do amor de Deus presente em todos, especialmente na criança e na mãe gestante.

Dom Manoel Reis de Faria

Arcebispo de Petrolina

Pernambuco

Mais recentes - Missão