É comum existirem sentimentos de medo e ansiedade em algum momento durante o primeiro trimestre da gravidez. Em geral, é a partir do quarto mês de gestação que as mulheres começam a se sentir mais seguras e falam sobre a gravidez com mais tranquilidade.

Algumas gestantes, mesmo recebendo tratamento, podem perder o bebê. Quando isso acontece, algumas mulheres precisam ser internadas e fazer uma curetagem, que é uma raspagem no interior do útero. A curetagem evita hemorragia e infecção.

A perda de um filho, em qualquer situação, sempre causa muito sofrimento. O apoio da família e do líder ajuda a mulher a suportar melhor a dor causada pela perda do bebê.

Líder, o ganho de peso começa desde o início da gravidez. Mas se a gestante engordar muito, ela pode ficar com diabetes e pressão alta. Essas doenças podem provocar o adiantamento do parto ou o nascimento de bebês muito pesados.

Se a gestante sentir ardência ao urinar ou dor na barriga, ela deve procurar o serviço de saúde e explicar o que está sentindo.

 

Sinais de perigo nos primeiros três meses de gravidez

É importante que a gestante e sua família saibam identificar os sinais de perigo nos primeiros três meses de gestação. 


 
Sinais de perigo
 
 

Oriente a família a procurar imediatamente o hospital se a gestante apresentar um desses sinais de perigo.

 
 

Líder, para ajudar nessas situações, faça um plano para emergências junto com a gestante e sua família, durante a visita domiciliar. Escrevam em um papel as informações contidas na cartela 3B do Laços de Amor. Essas informações devem ficar em lugar bem visível na casa. Elas também podem ser compartilhadas com a família e vizinhos pelo celular.


Você está aqui:
Você está aqui: