O BEBÊ DE 6 A 8 MESES

Mamãe, mesmo comendo da sua comidinha, ainda preciso mamar no peito, viu? Assim fico mais forte e saudável e me sinto mais feliz pertinho de você!

Queridos pais! Sejam alegres, humildes, amáveis e pacientes. Mantenham entre a família laços de Paz, para conservar a unidade do Espírito!

O bebê vai começar a experimentar outros alimentos além do leite materno. Isso exige paciência da mãe ou de quem cuida do bebê. Não se deve forçar nem bater para ele comer. Ele precisa estar calmo para poder se alimentar bem.

No início, a comida precisa ser amassada, pois o bebê ainda não sabe mastigar. Aumente cada dia um pouco a quantidade de comida para o bebê.

Quando o bebê cospe a comida, isto não significa que ele não gostou, mas que está estranhando uma coisa que ainda não conhece. É preciso oferecer a mesma comida num outro momento.

Os alimentos do bebê não devem ser adoçados. O açúcar é uma das principais causas do aparecimento de cárie nos dentes.

Continue limpando a boca do bebê com o paninho e comece a escovar os dentinhos que estão nascendo, sem pasta, principalmente antes de dormir.

Se o bebê tiver diarreia, continue a dar comida e ofereça também o soro caseiro em pequenas quantidades, várias vezes ao dia. Isso evita a desidratação, que é a perda de muito líquido do corpo.

Fale comigo caso você tenha alguma dúvida de como preparar o soro caseiro ou precisar de colher-medida.

Aos seis meses de idade, o bebê precisa tomar a terceira dose das vacinas:

• contra paralisia infantil,

• vacina pentavalente, é uma composição combinada contra: tétano, hepatite B, coqueluche (tosse comprida), difteria e meningite (causada pelo Haemophilus influenza tipo B)

 

Você está aqui:
Você está aqui: