A gravidez é um período de muitas mudanças para a mulher. Ela pode ficar mais sensível, pois está passando por transformações no seu corpo e no seu humor. Por isso, deve ser tratada com carinho e delicadeza.

Quando o companheiro e as outras pessoas da família entendem o que a gestante sente nesse período da gravidez, eles podem ajudar melhor no que for necessário para que ela tenha uma gravidez saudável e feliz.

A primeira ajuda do líder é acolher a gestante e seu companheiro, escutando o que eles têm a dizer sobre a gravidez. Muitos casais ficam felizes quando descobrem a gravidez, pois já se preparavam para ter um bebê. Outros casais, contudo, podem sentir medo, ansiedade, preocupação, pois não planejavam a gravidez naquele momento. Outros, ainda, se preocupam com as dificuldades que podem enfrentar ou têm medo de não conseguir cuidar bem do bebê.

Líder, todas as gestantes precisam do seu acompanhamento, mesmo as que já têm outros filhos, porque uma gravidez é diferente da outra.

Algumas mulheres, quando engravidam pela primeira vez, podem ficar encabuladas ou achar que fazer o pré-natal não é importante, pois estão se sentindo bem. Gestantes que já têm outros filhos podem achar que não é preciso fazer o pré-natal novamente.

É comum as adolescentes grávidas esconderem a gravidez, com medo da reação de companheiros, pais, familiares e amigos. Na visita domiciliar, o líder deve orientar a família sobre a importância do apoio e da compreensão deles para que a adolescente viva esse momento com serenidade, responsabilidade e amor.

O bem-estar da adolescente grávida é muito importante para que ela possa se sentir segura e confiante, para o bom desenvolvimento da gravidez e para a saúde do bebê. E, portanto, ela precisará da ajuda de todos para valorizar a vida que carrega no ventre e se sentir responsável por ela.

Líder, algumas gestantes podem precisar mais da sua ajuda, especialmente se sentirem falta de alguém para partilhar suas alegrias e dificuldades.


Você está aqui: