Ter uma horta caseira ajuda a enriquecer a alimentação da família, aproxima as pessoas da natureza, protege e embeleza o meio ambiente.

O contato com a terra proporciona bem-estar para quem cuida e ainda contribui para a educação nutricional das crianças, pois passam a conhecer de onde vêm as verduras e frutas. Além disso, desperta nelas o interesse em comer os alimentos que elas mesmas plantaram.

A Pastoral da Criança considera horta caseira aquela que a família tem em casa e que possua três ou mais variedades, podendo incluir frutas. Um pé de limão, um pé de couve e um de coentro formam uma horta caseira.

A horta da família pode ser plantada no quintal, no jardim ou em vasos de barro, em garrafas de plástico e embalagens descartáveis de leite, iogurte, óleo, entre outras. Pode ser horta no chão ou na parede. Com um pouco de terra adubada, sementes, água, cuidado, carinho, criatividade e sol, muito alimento vai nascer e crescer.

Antes de iniciar uma horta caseira, é importante conhecer quais são os alimentos naturalmente produzidos na região em que as famílias moram e que se adaptam melhor ao clima local.

É interessante cultivar os alimentos mais usados no dia a dia da alimentação da família, pois assim quem cozinha terá esses alimentos sempre ao alcance das mãos e não precisará comprá-los. Uma boa opção são os temperos, como cebolinha, cheiro verde, coentro, orégano, entre outros.

É importante lembrar que as frutas, verduras e legumes variam de acordo com a época do ano, portanto, é bom plantar mais de um tipo de fruta ou verdura para ter pelo menos uma produzindo, independentemente da estação. Com isso, será possível preparar sucos e receitas deliciosas, nutritivas e saudáveis.

No appVisita

Na pergunta se existe horta caseira que possui três ou mais variedades de alimentos, podendo incluir frutas, marque [S] (sim) se tem ou marque [N] (não) se não tem horta.

Na pergunta, se a criança ou pessoa da família comeu algo desta horta nas duas últimas semanas, marque [S] sim se alguém comeu da horta ou marque [N] (não) se ninguém comeu algo desta horta.

Você está aqui:
Você está aqui: