A creche deve compartilhar e complementar a educação e os cuidados que a criança recebe na família, oferecendo também um ambiente favorável ao desenvolvimento da criança. Assim, as atividades da creche devem envolver aspectos de saúde — alimentação, higiene, repouso — e outras atividades como histórias e artes plásticas. Além disso, precisa oferecer muitas oportunidades para brincar, pois a brincadeira é uma necessidade da criança. Na creche, a criança convive com outras crianças e adultos, participando de experiências variadas, aumentando suas oportunidades de aprendizagem e de autonomia.

Como está definido na Lei de Diretrizes e Bases da Educação (LDB), a Educação Infantil, primeira etapa da educação básica, será oferecida em creches para crianças de até três anos de idade e em pré-escolas para crianças de quatro e cinco anos. É dever do Estado garantir a oferta de Educação Infantil pública, gratuita e de qualidade, sem requisito de seleção.


Você, líder, pode orientar que os pais observem se a creche possui:

  • ambiente com segurança, boa ventilação, limpo, com espaço para as crianças se movimentarem de diversas maneiras;
  • materiais limpos, seguros e variados;
  • profissionais preparados;
  • atividades que promovam a saúde e a aprendizagem das crianças com muito tempo e oportunidades para que elas brinquem livremente;
  • acesso a espaços, materiais, objetos, brinquedos, informações e condições para o atendimento a crianças com diferença no funcionamento do organismo;
  • uma alimentação saudável para as crianças, oferecendo alimentos variados como grãos, carnes, ovos, verduras, legumes e frutas.

A creche é um direito da criança e da família, pois é a primeira etapa da educação básica. No Estatuto da Criança está assegurado o atendimento em creche e pré-escola às crianças. O prefeito tem o dever de garantir creches para as crianças de seu município.

Você está aqui: