O esperado numa gestação é que o bebê cresça todo mês. Para acompanhar esse crescimento, pode ser usada a medida da altura do útero. Isso é feito nas consultas de pré-natal a partir da 13ª semana. Essa medida deve ser marcada na Caderneta da Gestante, de acordo com a semana de gestação.

Esse dado pode ser anotado em dois locais da Caderneta da Gestante:

  • na parte interna do encarte central, que trata da gravidez atual, será anotada a altura uterina em centímetros;
  • no gráfico de curva altura uterina/idade gestacional, em que constam as curvas percentis (P10 e P90). Esse gráfico fica na parte externa do encarte central da caderneta.

Quando o bebê cresce abaixo do esperado

No gráfico da curva uterina, quando a medida estiver abaixo da curva P10, o bebê está crescendo menos do que o esperado, o que é uma situação de risco.

Isso pode ser causado por desnutrição da mãe, pressão alta, hábito de fumar, anemia, entre outras causas.

Quando o bebê cresce acima do esperado

O crescimento pode ficar acima da curva P90 quando a gestante espera gêmeos ou quando o bebê está crescendo acima do esperado.

Ele pode crescer mais do que o esperado quando a gestante tem diabetes, aumenta muito de peso, entre outras causas. Nessas situações também há riscos para o bebê.

Líder, é direito da gestante ter a sua altura uterina medida e anotada na Caderneta da Gestante durante as consultas de pré-natal. Nos locais em que a medida ainda não é marcada, é bom que você converse com os profissionais do serviço de saúde para mostrar que você pode ser parceiro deles na promoção da saúde.

Nesses casos, a gestante precisa de mais atenção de você, líder, e do médico do pré-natal.

Você está aqui: