ead topo

As crianças são muito curiosas, e os acidentes na infância, principalmente os domésticos, são comuns e merecem uma atenção especial dos pais ou de quem cuida delas. Líder, é bom conversar com a família sobre alguns cuidados para evitar que esses acidentes aconteçam. Uma orientação muito importante é falar para os pais que uma criança não deve cuidar de outra, pois o risco de acontecer um acidente é maior nessa situação.

Algumas dicas para evitar intoxicações ou envenenamentos são simples e podem ser aplicadas no dia a dia. Oriente a família para que: 

  • mantenha produtos de limpeza e medicamentos fora do alcance da criança;
  • nunca troque produtos de limpeza de sua embalagem normal para outras embalagens, como garrafas plásticas. A criança pode se confundir;
  • quando precisar dar remédio para a criança, não diga que é balinha (rebuçadas) ou doce;
  • tenha cuidado com plantas que possam ser tóxicas.

Líder, se acontecer uma intoxicação, deve-se procurar o hospital imediatamente, levando também a embalagem do produto ou o que causou a intoxicação. Assim o tratamento fica mais rápido e eficiente. Não se deve provocar o vômito, pois existe risco de a criança aspirá-lo e isso causar pneumonia. 

Para prevenir afogamentos, os pais devem ser orientados a não deixar seus filhos sem que um adulto esteja cuidando.

Em casa, logo após o uso, é preciso jogar fora a água de baldes e vasilhames. Os tanques de lavar roupa também oferecem perigo, assim como rios e cavas. Por isso, é preciso muita atenção dos pais ou de quem cuida da criança.

Líder, também é bom conversar com a família sobre o risco da criança engolir objetos ou pequenos alimentos, que, se forem para o pulmão, podem causar pneumonia grave. É bom ter cuidado também com chicletes (pastilhas), pipocas, balas (rebuçadas), caroços, pirulitos (sambapitos) e moedas.

Você está aqui: