ead topo

Jesus colocava-se ao lado dos pequenos, dos excluídos, e sempre os defendia. Ele acolhia e abençoava as crianças, tocava nelas, as abraçava e pedia: “Deixai as crianças virem a mim. Não as impeçais, porque a pessoas assim é que pertence o Reino de Deus” (Mc 10, 13-16). Ele reconhecia que os pequenos estão abertos para acolher o outro e aprender sempre mais, e por isso é que o Reino de Deus lhes pertence.

Na conversa com pais e familiares deve ser reforçado que as crianças pequenas aprendem, principalmente pelo exemplo, os valores que vão orientar suas escolhas na vida: saber o que é certo e errado como os pais ensinaram, tomar decisões justas em relação a seu próximo, ser capaz de fazer escolhas e se responsabilizar pelo que escolheram.

Quando a criança é tratada com amor e respeito, vê bons exemplos em casa e na comunidade, desenvolve atitudes e valores importantes para uma convivência verdadeira com as outras pessoas, como o perdão, a solidariedade, a gentileza, o respeito e a honestidade.

Para ajudar as famílias a educarem suas crianças para a paz, além do Guia do Líder, os líderes da Pastoral da Criança contam com um material chamado “10 Mandamentos para a Paz na Família”. Esse material está disponível no tópico de mesmo nome, no conteúdo básico desta etapa e traz reflexões importantes sobre como pais, familiares e pessoas da comunidade podem agir para criar um ambiente de amor e paz ao seu redor. Líder, esse folheto deve ser entregue e lido com cada família acompanhada.

E vós, pais, não provoqueis revolta nos vossos filhos; antes, educai-os com uma pedagogia inspirada no Senhor. Ef 6,4

Você está aqui: