ead topo

Líder, explique aos pais e familiares que a criança come os mesmos alimentos que a família, só que em menor quantidade. Agora com 1 ano, como já tem mais dentes, consegue mastigar melhor. Ela já gosta de tentar comer e beber pegando a colher e o copo com suas mãozinhas. Fazendo isso ela vai aprendendo a comer sozinha.

É bom falar para os pais que a criança vai fazer bagunça e que é preciso ter paciência. Ela gosta de mexer com a comida, e essa bagunça faz parte do aprendizado e das experiências que vai ter com a comida. Se brigarem com a criança enquanto ela estiver comendo ou mexendo com a comida, pode ser que ela dê mais trabalho para comer depois ou que pare de gostar das refeições.

Para evitar o desperdício de alimentos, é bom que os pais coloquem pequenas quantidades de cada alimento no prato da criança. Logo que ela comer o que foi colocado, os pais devem colocar mais comida, até que ela deixe resto no prato ou recuse mais alimentos.

Além de comer outros alimentos, é bom que a criança mame no peito nos intervalos das refeições. O leite materno continua sendo fonte de saúde para a criança após o 1º ano de vida!

Você pode compartilhar com a família a cartela de orientações gerais para crianças de 1 a 2 anos, a qual está no "Saiba mais" da pergunta da visita domiciliar "O bebê mama no peito?". A mesma se encontra no conteúdo complementar desta etapa.

 Pois em muita comida entra a doença, e a intemperança conduz à cólica. Pela gula insaciável muitos pereceram; quem, porém, é sóbrio, prolonga a vida. (Eclo 37, 33-34)

Você está aqui: