tema semanal

Que tal uma receita deliciosa e cheia de vitaminas, ferro e proteínas?

receita deliciosa

Que tal chamar os pequenos e fazer essa receita para o almoço de amanhã? Além de deliciosa, é cheia de vitaminas, ferro e proteínas! Quando consumida com arroz, fica ainda mais rica em proteína. O consumo de uma fruta cítrica, tal como laranja ou mexerica (bergamota), logo após a refeição, ajuda a melhorar a absorção de ferro.

Feijão com folha de mostarda
Ingredientes:
2 xícaras de chá de feijão preto
8 xícaras de chá de água
1 colher de sobremesa de óleo
7 dentes de alho
Sal à gosto
2 colheres de sopa de cheiro verde
1/2 maço de mostarda (pode ser substituída por couve ou taioba)

Modo de fazer:
1. Lavar o feijão em água corrente e colocá-lo em uma panela de pressão com a água;
2. Levar ao fogo e deixar cozinhar por 2 minutos após o início da pressão;
3. Desligar o fogo e deixar o feijão dentro da panela tampada por 1 hora;
4. Ligar novamente o fogo até cozinhar o feijão;
5. Aquecer o óleo em outra panela, adicionar o alho picado e refogar até dourar;
6. Juntar o feijão cozido com o caldo e acrescentar o sal e o cheiro-verde;
7. Cozinhar por 5 minutos ou pelo tempo suficiente para que o caldo engrosse;
8. Juntar as folhas de mostarda lavadas e rasgadas com as mãos;
9. Tampar a panela e deixar cozinhar por 1 minuto.
Fonte: Ministério da Saúde. Alimentos regionais. Brasília, 2015.

Quer ver sua receita aparecer aqui? Me envie ela respondendo essa mensagem. As próximas receitas serão selecionadas por aqui.

Nesse tema semanal você poderá ler e ouvir uma entrevista com Caroline Dalabona, Nutricionista da equipe técnica da Coordenação Nacional da Pastoral da Criança.

É só clicar aqui.

Boa leitura!

 

Quanto mais variado o prato, melhor!

dia das maes dia de celebrar

A variedade de alimentos é fundamental para que a alimentação seja saudável e possamos ter acesso às diversas fontes de proteínas e ferro. O ideal é priorizar os alimentos regionais e da época, que são mais nutritivos e baratos, o que facilita a aquisição e a diversidade.

A combinação de arroz e feijão também é uma ótima opção, pois é rica em energia, proteínas e ferro, ainda mais quando aliada a um prato de salada com vegetais da época. Um ponto importante é a necessidade de moderação quanto ao consumo de produtos de origem animal, em especial as carnes vermelhas. Ela contém grande quantidade de gordura e, quando consumida em excesso, pode provocar aumento do colesterol ruim, pressão alta e maior risco de doenças cardíacas.

A Pastoral da Criança, por meio das ações “Alimentação e Hortas Caseiras” e “Acompanhamento Nutricional”; e também durante o acompanhamento mensal de gestantes e crianças, orienta sobre a importância de uma alimentação variada e nutritiva. Além dessas ações, estimula e ensina a prática de hortas caseiras em pequenos espaços como forma de promover o hábito de uma alimentação saudável nas famílias e na comunidade.

Nesse tema semanal você poderá ler e ouvir uma entrevista com Caroline Dalabona, Nutricionista da equipe técnica da Coordenação Nacional da Pastoral da Criança.

É só clicar aqui.

Boa leitura!

 

A importância da proteína e do ferro para a saúde de gestantes e crianças

dia das maes dia de celebrar

A falta de proteína e ferro na alimentação, especialmente durante a gravidez e a infância, traz inúmeros prejuízos, dentre eles a desnutrição e a anemia ferropriva. Nestes casos, é comum o bebê nascer com baixo peso e apresentar problemas de saúde, dificuldade no crescimento e comprometimento do desenvolvimento. Situações que geram repercussões para o resto da vida desta criança.

Por esses motivos recomenda-se no Brasil que toda gestante, desde o início do pré-natal até o terceiro mês após o parto, tome o suplemento de ferro, assim como as crianças dos seis meses aos dois anos de idade.

Segundo Caroline Dalabona, Nutricionista da Pastoral da Criança, “pela importância desses nutrientes na saúde das pessoas, o consumo de alimentos ricos em proteínas e ferro deve ser diário. Há fontes tanto de origem animal quanto vegetal. Dentre os alimentos de origem animal fontes de proteínas, podemos destacar as carnes de boi, de frango ou de peixe; e os laticínios, tais como leite, queijo, iogurte e os ovos. Já os de origem vegetal, os principais alimentos são as leguminosas, tais como feijão, ervilha, lentilha, grão de bico, entre outras”.

Nesse tema semanal você poderá ler e ouvir uma entrevista com Caroline Dalabona, Nutricionista da equipe técnica da Coordenação Nacional da Pastoral da Criança.

É só clicar aqui.

Boa leitura!

 

É preciso criar o hábito da alimentação saudável

dia das maes dia de celebrar

Ter uma família bem alimentada e bem nutrida é a preocupação de todos nós. Sabemos que má alimentação e uma nutrição deficiente sofrem a influência de vários fatores, que provocam uma série de efeitos sobre o corpo humano, muitas vezes resultando em doenças.

O exemplo dos pais e cuidadores na alimentação é muito importante. A criança precisa ver que eles também comem o que dizem ser gostoso e bom para a saúde. O segredo para fazer seu filho comer vegetais está na persistência e na criatividade. Procure envolver seu filho na compra e no preparo dos alimentos, pois isso pode despertar o interesse pelos vegetais antes rejeitados. Se há a chance de plantarem os seus próprios vegetais em casa, seja em uma hortinha ou mesmo em vasos ou garrafas pet, o resultado será ainda melhor. 

A Pastoral da Criança, através de seus líderes, orienta as famílias e gestantes sobre a importância de uma alimentação equilibrada. Com ações simples, que vão desde o cultivo de hortas caseiras e comunitárias até a adoção de uma alimentação saudável no dia a dia, os líderes estão conseguindo mudar a realidade nutricional de muitas famílias.

Aqui, no AppVisita, em E-Capacitação, há um excelente material sobre Alimentação Saudável, inclusive com diversas receitas fáceis e deliciosas, bem como instruções detalhadas de como fazer uma Horta Caseira. Que tal acessar e começar a colocar em prática hoje mesmo?

Um abraço carinhoso em cada um e cada uma!

Irmã Veneranda da Silva Alencar

Irmãs Missionárias de Santa Teresinha (IMST)

Coordenadora Nacional da Pastoral da Criança

Nesse tema semanal você poderá ler e ouvir uma entrevista com Caroline Dalabona, Nutricionista da equipe técnica da Coordenação Nacional da Pastoral da Criança.

É só clicar aqui.

Boa leitura!

Alimentos ricos em proteínas e ferro

dia das maes dia de celebrar

O ser humano precisa consumir diferentes nutrientes para manter e promover a saúde de seu organismo. Dentre estes nutrientes se encontram as proteínas e o ferro e cada um deles possui função diferente no corpo humano.

As proteínas fazem parte da composição das células, atuam no transporte de oxigênio, na coagulação do sangue como enzimas, fazem parte de hormônios, anticorpos, entre outras funções. Já o ferro é um mineral que atua principalmente na fabricação das células vermelhas do sangue e no transporte do oxigênio para todas as células do corpo.

A falta de proteína e ferro na alimentação, especialmente durante a gravidez e a infância, traz inúmeros prejuízos, dentre eles a desnutrição e a anemia ferropriva. Pela importância desses nutrientes na saúde das pessoas, o consumo de alimentos ricos em proteínas e ferro deve ser diário.

Nesse tema semanal você poderá ler e ouvir uma entrevista com Caroline Dalabona, Nutricionista da equipe técnica da Coordenação Nacional da Pastoral da Criança.É só clicar aqui.

É só clicar aqui.

Boa leitura!