dia de oracaoO Museu da Vida recebeu hoje, dia 01 de setembro de 2017, as 15h - a cerimônia ecumênica do Dia Mundial de Oração pelo Cuidado da Criação. 

 Além de voluntários de comunidades acompanhadas pela Pastoral da Criança, o momento de oração contou com a presença de Dom José Antonio Peruzzo, Arcebispo da Arquidiocese de Curitiba; Dom Jeremias, Arcebispo da Catedral Ortodoxa Ucraniana São Demérito; Pastor Jonas Lindner, da Igreja Luterana e do Rabino Pablo Berman, do Centro Israelita do Paraná. 

Para Dom Peruzzo, a Pastoral da Criança conserva, desde sempre e traz em si mesma, uma sensibilidade ecumênica em favor das crianças. "E criação e criança são palavras de uma mesma raiz. O mais importante em um diálogo como esse não é a questão de ecologia, e sim em uma parceria em que as vidas são protegidas".

Embora o tema desse momento de oração não seja desconhecido da maioria da população, Dom Jeremias ressalta que "primeiro, as pessoas devem ter conhecimento sobre esta data, para que elas possam se reunir em um determinado lugar, seja no templo, em uma escola ou ainda, em uma praça pública. É preciso despertar a curiosidade sobre a grandiosidade que é a defesa do meio ambiente e de toda a natureza. Então, esse Dia de Oração com certeza vai tocar muitos corações e os ajudar a mudar um pouco de vida e valorizar mais a natureza e o meio ambiente ao nosso redor".

Para Nelson Arns Neumann, Coordenador da Pastoral da Criança Internacional, "o cuidado com a vida de forma ampla é um compromisso de todos, e deve ser assumido em conjunto, por isso a celebração e inter-religiosa."  Para o Rabino Pablo: "a reunião das religiões em torno de temas tão importante é sempre necessária". 

A data, que já vem sendo celebrada pela Igreja Ortodoxa desde 1970, foi instituída na Igreja Católica pelo Papa Francisco, em 2015, com o propósito de chamar toda a humanidade a uma conversão ecológica, que permita de fato, criar relações sustentáveis com o mundo que nos rodeia, protegendo toda a Criação e também, para fortalecer a crescente comunhão com os nossos irmãos ortodoxos. Afinal, segundo o Papa Francisco, "são inseparáveis a preocupação pela natureza, a justiça para com os pobres, o empenhamento na sociedade e a paz interior".

Confira nossa Galeria de fotos

Confira a reportagem produzida pela TV Evangelizar: