A República da Guiné-Bissau situa-se na Costa Ocidental da África, com uma superfície total de 36.125 km² e uma estimativa populacional de 1,7 milhão de habitantes. O país possui um clima tropical úmido e tem como idioma a língua portuguesa e dialetos regionais. A capital do povo guineense chama-se Bissau.

Guiné-Bissau conseguiu sua independência em 1974, depois de cinco séculos de dominação colonial dos portugueses, mediante luta armada que durou mais de onze anos. O sistema de governo é uma República com forma mista. Economicamente, Guiné-Bissau é classificada como um dos países mais pobres do mundo, detendo um baixo índice de Desenvolvimento Humano (IDH): 0,396 - Pnud 2014.

Leia mais...

Moçambique,  pais localizado na África, conta com uma área de 752,614 Km², divididos em 11 províncias. Sua capital é Maputo e o idioma oficial é o português, além das línguas regionais.

A população estimada é de 19,7 milhões de habitantes, com uma taxa de crescimento anual de 2,4% (2006). A sua estrutura demográfica o caracteriza como um país em desenvolvimento, sendo a base da pirâmide muito larga e achatada no topo (1997).

Cerca de 40% da população é menor de 15 anos de idade e 16,6% está abaixo de 5 anos de idade. A esperança de vida ao nascer (expectativa de vida), enfrenta uma redução, por conta das epidemias de HIV (AIDS), é de cerca de 46,7 anos (2005)

Leia mais...

O Haiti, país da América Central, situado na ilha de Hispaniola, no Mar do Caribe, tem como capital Porto Príncipe. O país possui um clima tropical e tem como idioma oficial o crioulo e o francês.

A independência nacional foi conquistada no dia 1° de janeiro de 1804, sendo a primeira república da América Latina a conseguir autonomia política.

A população gira em torno de 10,1 milhões de habitantes, sendo a densidade demográfica de 361,5 habitantes por quilômetro quadrado e o crescimento demográfico atinge 1,5% ao ano. A maioria dos habitantes vive em áreas rurais (48,3%), e a cidade que possui maior concentração populacional é a capital, Porto Príncipe, com 1.998.000 habitantes.


A economia haitiana é pouco desenvolvida, sendo o setor primário o principal responsável pela captação de receitas financeiras. A instabilidade política do país dificulta a entrada de investimentos estrangeiros. A nação sofreu vários golpes militares e foi governada por ditadores durante muitos anos, resultando na perseguição a opositores e na morte de muitos habitantes.

Leia mais...

A Guatemala, país da América Central, banhado pelos oceanos Atlântico e Pacífico, tem como idioma oficial o espanhol. O país, é uma ex-colônia espanhola, que conquistou sua independência em 1821, sendo incorporado ao México. Entretanto, em 1823, a nação passou a integrar a Federação Centro-Africana, da qual obteve autonomia política em 1838.

O país é habitado por aproximadamente 14 milhões de pessoas, com densidade demográfica de 128,8 habitantes por quilômetro quadrados e a taxa média de crescimento populacional é de 2,5% ao ano.

 

A maioria dos guatemaltecos reside em áreas rurais (51%), sobretudo os grupos indígenas de origem maia

Leia mais...


Solange, moradora de uma comunidade pobre no interior do Maranhão, descobriu que está grávida. Ela e o marido ficaram muito felizes com a notícia e já se preocuparam em iniciar o pré-natal, para garantir que a gestação seja saudável e o bebê nasça com saúde. Eles foram até o posto de saúde mais próximo para agendar a consulta para a próxima semana. Eles conseguiram marcar a consulta?

Leia mais...

 

Com alegria convidamos para entrar no túnel da vida, um espaço multicolorido, de ar festivo, reflexivo e curioso. Caminhe conosco e venha descobrir que os sentimentos de fé, esperança, amor a vida e solidariedade permeiam a exposição "Juntos pela vida"

O túnel, unirá os pontos de um fio condutor que assegura a importância do pré-natal, para uma boa gestação, assim como os cuidados dos primeiros anos de vida do bebê. Oferece proteção e aconchego ao bebê, aleitamento materno, alimentação adequada e a importância do brincar para o desenvolvimento integral.

Leia mais...

Bissau 315x415mm 05O Bambaram é um xale de tecido usado pelas mães de Guiné-Bissau para carregar seus filhos enquanto trabalham ou caminham. 

No nascimento do primeiro filho, há uma cerimônia para a criança receber o Bambaram, tornando-o sagrado. Esse, é um momento muito especial, em que a mãe irá amarrar a criança pela primeira vez.

A mãe guarda o xale com muito cuidado até o casamento do filho, para que ele leve para o conhecimento dos seus filhos.

 

 


Segundo a tradição os Reis Magos eram provenientes do Oriente. Melchior, que reinava sobre os Persas; Baltasar, rei dos indianos, e Gaspar, que dominava no país dos árabes. Recordemos também o texto de Isaías 9,1: “O povo que andava nas trevas viu uma grande luz, uma luz raiou para os que habitavam uma terra sombria.” Guiados pela estrela, os Reis Magos chegaram a Belém, que fica a cerca de 10 quilômetros de Jerusalém.

Chegados diante do Menino, o adoraram e o reconheceram como o Senhor do universo e Salvador da humanidade.Inspirada em uma ação promovida pela Kindermissionswerk, instituição alemã que apoia projetos relacionados à área da infância, a Pastoral da Criança lançou, em 2015, a Campanha " Pequenos Reis Magos". Motivados a ajudar crianças em situação de risco de Guiné-Bissau, na África.

Leia mais...