Notícias sobre o Falecimento da Dra. Zilda

Mais de 300 mil mortos e milhares de feridos: este foi o balanço do terremoto que devastou o Haiti em 12 de janeiro de 2010. Entre as vítimas, estava a Dra. Zilda Arns, fundadora da Pastoral da Criança. Ela morreu enquanto fazia o que mais amava, ou seja, compartilhar conhecimentos para defender a vida.

Em seu trabalho, sempre aliou a ciência à cultura popular; valorizou o papel da mulher pobre na transformação social; mobilizou a todos, pobres e ricos, analfabetos e doutores, na busca da vida plena para todos.

Leia mais...

A Dra. Zilda Arns foi médica pediatra e sanitarista, fundadora e coordenadora internacional da Pastoral da Criança, fundadora e coordenadora nacional da Pastoral da Pessoa Idosa, organismos de ação social da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB). Nesta entrevista, ele fala sobre o seu primeiro grande desafio: criar cinco filhos, depois que o marido morreu do coração, ao tentar salvar uma criança no mar. A entrevista integral estará em breve na coleção de livros Memória Paranaense.

Leia mais...

A última pessoa a ver a Dra. Zilda Arns Neumann com vida foi o padre haitiano William Smarth. Ele conversava com a Dra. Zilda quando ocorreu o terremoto, na tarde de terça-feira (12 de janeiro). Padre William tem 76 anos e é diretor da Escola de Teologia em Porto Príncipe. 14 de seus alunos morreram também no local. Ele narra “Eu me dei conta do terremoto quando algo saiu do teto e caiu na minha cabeça e a Dra. Zilda, quando viu isso, saiu e se foi para a sacada. Aí, o piso caiu." 

Leia mais...

 

Quem acolher em meu nome uma criança, estará acolhendo a mim mesmo” (Mt. 18, 4-5)

A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil – CNBB - recebeu, com dor profunda, a notícia da morte da Drª Zilda Arns, médica pediatra, fundadora da Pastoral da Criança e da Pastoral da Pessoa Idosa, ocorrida na terça-feira, 12 de janeiro, vítima do trágico terremoto que se abateu sobre o Haiti.

Drª Zilda devotou-se, com amor apaixonado, à defesa da vida, da família e, de modo muito especial, ao cuidado das crianças empobrecidas.

Leia mais...

"As flores que geram vida"

Até o momento, a Coordenação Nacional da Pastoral da Criança contabilizou um total de 457 doações. O valor total apurado ficou em R$ 77.573,85. Em média cada pessoa doou o valor de R$ 170,00.

Segundo Clóvis Boufleur, Gestor de Relações Institucionais da Pastoral da Criança, com o valor arrecadado nas doações, a Pastoral da Criança pode acompanhar 4 mil crianças por um ano. Esses dados foram apurados no dia 18 de janeiro de 2010, com as doações realizadas até as 10 horas. Nos próximos dias os dados serão atualizados e informados.