Clóvis Boufleur - Gestor de Relações Institucionais da Pastoral da Criança

Clóvis Boufleur - Gestor de Relações Institucionais da Pastoral da Criança

O Dia Mundial de Oração e Ação pela Criança, que acontece no dia 20 de novembro em todas as partes do mundo, foi instituído durante o terceiro fórum global da Rede Global de Religiões pela infância (GNRC), realizado em Hiroshima no Japão em maio de 2008. A proposta é realizar neste dia orações e ações para proteção dos direitos e a promoção do bem estar das crianças. É um evento inter-religioso para construir um mundo sem diferenças no qual a criança possa desfrutar do seu maior direito: a vida.

A proposta é justamente mostrar que com bons exemplos e oração uma criança pode sim seguir num caminho de felicidade. Clóvis Boufleur, gestor de Relações Institucionais da Pastoral da Criança, nos explica tudo sobre o evento. 

Clóvis, por que existe esse dia especial de Oração e Ação pela Criança?

Este dia foi instituído em 2008 e foi uma atitude da comunidade das religiões do mundo inteiro para demonstrar de forma muito prática o compromisso com a criança, principalmente as crianças mais pobres e transformar, justamente aquilo que se reza, em práticas e atitudes concretas para ajudar as crianças. 

Quais são os temas centrais para este ano?

O foco é “Os Direitos da Criança”, mas de um ponto de vista de colaboração das tradições religiosas, para que elas comecem a se reunir e partilhar o que cada uma faz em função da criança. 

E como é que as tradições religiosas se envolvem nesta data? 

Cada cidade descobre o seu jeito de fazer o dia 20 de novembro. Em algumas cidades a atividade é mais voltada à brincadeiras com as crianças e envolve principalmente uma das atividades que a Pastoral da Criança desenvolve, que é a ação Brinquedos e Brincadeiras, mas também pinturas de rosto entre outras atividades infantis. Em outros locais há atividades culturais onde as crianças se preparam para fazer apresentações sobre os direitos da criança e apresentam no dia escolhido. Em outras cidades são feitas ações em praças e em áreas publicas. Essas diferenças são própria de cada região e localidade.

Qual é a participação dos pais?

A criança sempre participa do evento acompanhada de um responsável adulto. Algumas vezes as crianças acompanhadas pela Pastoral da Criança são levadas pela líder. Mas sempre são convidadas as famílias, mães, pais, irmãos mais velhos, é um evento aberto que todos podem participar.

Por que a Pastoral da Criança participa desta ação conjunta?

A Pastoral da Criança é uma das maiores organizações da América Latina, e com certeza a maior do Brasil, que atua em áreas de comunidades nesta perspectiva de formar pessoas com base na espiritualidade de forma inter-religiosa. Também ofertamos para a criança, além de todas as ações básicas de saúde, de desenvolvimento, também nos preocupamos com o aspecto que está  na convenção dos direitos da Criança que é o direito de conhecer uma religião e de saber qual espiritualidade que ela irá optar no futuro. 

E como a Pastoral da Criança realiza nas comunidades este dia de oração e ação pela criança? 

Em primeiro lugar colocamos a disposição das outras religiões a nossa atividade brinquedos e brincadeiras, ofertamos também o folheto com a oração pela criança e neste ano, decidimos criar uma iniciativa de levar para as famílias o documento chamado convenção dos direitos da Criança.

Como nós podemos vivenciar a espiritualidade na vida familiar? 

Toda espiritualidade é coletiva. Ela exige que a gente conviva com as pessoas. E tem também o que chamamos de rituais, a família precisa dar oportunidades para a criança  participar de eventos religiosos e explicar por que ela está tendo essa oportunidade. A melhor forma de educar na fé é dar exemplos. 

E qual é a importância das religiões para a construção da paz no mundo? 

Toda religião prega que é preciso cuidar da criança, amar a criança, que é preciso amar o próximo, querer o bem do outro. A religião tem uma força muito grande e ela pode produzir a paz, um ambiente saudável para todos um lugar bom pra se viver.

O que mais você gostaria de falar para nossos ouvintes?

Gostaria de convidar todas as tradições, a Pastoral da Criança do Brasil inteiro, para nesta semana do dia 20 de novembro promover caminhadas, atos culturais, atividades inter-religiosas, divulgar a oração pela criança e também convidar os comunicadores para que promovam atividades de comunicação sobre esse assunto na cidade, e as autoridades, para que assinem compromissos com as crianças nas câmaras de vereadores e também em audiências publicas. É preciso acima de tudo identificar as famílias e as realidades que precisam dos serviços da ajuda das tradições religiosas e que elas iniciem, a partir deste período, um compromisso em comum para atender de forma prioritária, absoluta a criança.

 

Esta entrevista é parte do Programa de Rádio Viva a Vida da Pastoral da Criança. Ouça o programa de 15 minutos na íntegra

Programa de Rádio 1155 - 18/11/2013 - Dia de Oração e Ação pela Criança

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.