Prezad....
Paz e Bem!

A revista médica Lancet alertou que os centros de controle de intoxicações estão relatando aumento de atendimentos.

De fato, o medo do coronavírus leva a uma modificação de comportamento, como limpeza excessiva da casa e uso indevido de produtos de limpeza para higiene pessoal ou limpeza de alimentos.

Com o fechamento da escola, as crianças pequenas ficam em casa e são, portanto, mais frequentemente expostas a substâncias perigosas - embora comuns - incluindo medicamentos para os pais, álcool líquido e em gel, plantas potencialmente venenosas e produtos caseiros.
Além disso, tentativas perigosas de automedicação para combater o coronavírus também levam o seu quinhão de acidentes domésticos, como envenenamento por produtos falsamente indicados como adequados, interrupção do tratamento diário ou uso não comprovado de medicamentos.

Além das medidas de prevenção, também devemos reconhecer que o medo de ser contaminado na sala de emergência é outro obstáculo para quem precisa de cuidados de saúde após o envenenamento: precisam mas não vão ou, quando vão, não conseguem ser atendidas

Em todo o mundo, é muito necessária a prevenção de tais envenenamentos domésticos, para evitar o uso desnecessário do sistema médico de emergência em momentos tão críticos.

Na próxima mensagem, vamos enviar umas dicas para as famílias evitarem estes acidentes domésticos.

Abraços,
Nelson

1414 a crianca e o consumo criancas brincando

Lista Correio App